emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

34 infetados em casamento com mais de 150 convidados

Um casamento realizado no dia 12 de junho no concelho de Alcobaça, com mais de centena e meia de convidados de uma família de Salir de Matos, nas Caldas da Rainha, está na origem de um surto de Covid-19, com 34 pessoas infetadas e cerca de 150 em isolamento, informou a autoridade de saúde.

Entre os convidados da boda, muitos aguardam a realização ou o resultado de testes, o que “poderá significar que o número de infetados venha a subir”, disse à agência Lusa a delegada de saúde coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Norte, Cristina Pecante.

De acordo com a responsável, “duas das pessoas infetadas estão internadas numa unidade hospitalar”.

As proporções do surto agravaram-se “pelo facto de os primeiros familiares infetados não terem revelado ter estado num casamento”, continuando a maioria dos envolvidos “a trabalhar, a frequentar a escola e a fazer vida social”, até que, passados “cerca de dez dias”, a situação foi detetada pela autoridade de saúde.

Ainda na sequência do surto “há em isolamento alunos de escolas das Caldas da Rainha, Óbidos, Alcobaça e Bombarral”, afirmou Cristina Pecante.

Entretanto, em Alcobaça, foi registado “um surto relacionado com uma festa familiar, que gerou treze casos positivos”, e no Bombarral, no âmbito de um surto detetado num restaurante, há dez pessoas infetadas.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.