emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Agência Metlife Caldas da Rainha, uma história de sucesso

Este projeto iniciou-se em 1995 com uma pequena equipa de trabalho, tendo vindo a crescer ao longo dos anos, tornando-se uma referência a nível nacional e internacional.

Este projeto iniciou-se em 1995 com uma pequena equipa de trabalho, tendo vindo a crescer ao longo dos anos, tornando-se uma referência a nível nacional e internacional.

“O segredo do nosso sucesso reside no foco no cliente, nas suas necessidades reais de protecção e aforro, tanto a nível particular como na área empresarial”, indica a Agência Metlife Caldas da Rainha.

“A nossa equipa de consultores e managers pauta-se por uma cultura de excelência, tem formação contínua, direcionada para o serviço personalizado, de forma a proporcionar uma experiência única ao cliente. Trabalhamos essencialmente com o objetivo de ajudar os nossos clientes a protegerem rendimentos, de forma a colmatar os défices dos apoios sociais”, refere.

A Agência Metlife Caldas da Rainha assume-se como “especialista em proteção de pessoas”. “Ajudamos os nossos clientes a planear a educação dos filhos, a projetar a reforma e a poupar nos seguros de vida para crédito hipotecário”, descreve.

Atualmente, está a reforçar a sua equipa comercial para fazer face às solicitações do mercado.

Últimas Notícias

Gaeiras reúne 100 artistas e cerca de 2000 presépios

De 8 a 26 de dezembro vai decorrer no Convento de São Miguel, nas Gaeiras, a 14ª Grande Exposição de Presépios. Durante estes dias, entre as 14 e as 18 horas, poderão ser vistas as obras de 100 artistas e apreciados cerca de dois mil presépios. A diversidade dos materiais, como o barro, a casca de ovo, a madeira, o ferro, o tecido, a joalharia, a cortiça, o vidro, ou até mesmo componentes eletrónicos, constitui uma atração.

EBI Santo Onobre quer incentivar utilização da bicicleta

No âmbito do Desporto Escolar (DE), a Escola Básica de Santo Onofre, nas Caldas da Rainha, aderiu ao projeto “DE sobre rodas”, que consiste em recolher bicicletas que sirvam para crianças, dos 5 aos 12 anos, ainda em condições para serem usadas, mesmo que precisem de uma pequena reparação.