emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Apreensão de armas por violência doméstica

Um homem que durante 16 anos manteve uma relação conflituosa com a sua companheira, havendo relatos de episódios de violência física, maus-tratos verbais e psicológicos, foi constituído arguido pela GNR, que apreendeu diversas armas de fogo, após doze mandados de busca (três domiciliárias e nove em veículos) no concelho de Caldas da Rainha.

Na sequência de diligências de investigação, os militares apuraram que após o término da relação, em 2018, os comportamentos agressivos do suspeito tiveram um escalar de violência, sujeitando a vítima, de 44 anos, a constantes ameaças de morte, levando-a a recear pela própria vida.

Os militares realizaram uma operação no dia 29 de junho, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas, e apreenderam uma arma de fogo de calibre 6.35mm, um revólver, uma carabina, duas reproduções de armas de fogo, quatro botijas de CO2, uma arma de ar comprimido com mira telescópica e 77 munições de vários calibres.

O processo foi transmitido ao Tribunal Judicial de Caldas da Rainha.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.