emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Associação pede ajuda para criar quinta pedagógica em Salir do Porto

A Associação Pelicano Radiante nasceu do sonho de Patrícia Rego e Siobhan Wilson em criar um “santuário para animais” em Salir do Porto e desde 2019 que ambas trabalham para recuperar dois hectares de terreno. Finalmente prontas para abrir ao público, criaram um crowdfunding (campanha de angariação de fundos) para enfrentar os últimos pormenores.

Siobhan recebeu o terreno como prenda, de uma defensora dos animais, com o objetivo de ser usado para construir o “santuário”. “Este pedaço maravilhoso de terreno tem 7.000 metros quadrados. Arrendamos e mantemos dois terrenos adjacentes, que nos dão um total de cerca de dois hectares”, contam. “O terreno (agora chamado A Quinta) esteve desocupado por mais de 40 anos”, relatam. Em dois anos, Siobhan e Patrícia falam numa “transformação incrível”, para criar “um oásis para inúmeros animais selvagens e aves”, e para os seus próprios animais. “A nossa missão é contribuir para sensibilizar para o cuidado com o ambiente e os animais”, explicam, adiantando que acolhem os animais com o objetivo de lhes dar uma vida digna “e permitir que os visitantes interajam com eles em circunstâncias pedagógicas”, oferecendo “programas educativos para as crianças”. A campanha de angariação de fundos decorre na plataforma GoFundMe (https://gofund.me/a8cce898) e destina-se a criar as infraestruturas necessárias para acolher os visitantes, um pequeno café e uma loja orgânica onde esperam vender os produtos do seu projeto agrícola, “o que nos permitirá fazer dinheiro para despesas como comida para os animais, construir estruturas, vedações e gestão do dia-a-dia”. A meta é angariar cinco mil euros e até ao fecho desta edição tinham sido reunidos 1260 euros, de 18 doadores.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.