emissão em direto

“Bar-Wings” – 1º Clube de Calistenia das Caldas da Rainha

Calistenia é uma das modalidades desportivas mais recentes a ser praticada nas Caldas da Rainha. Uma nova aposta do jovem atleta de 24 anos, Iúri Lage, fundador, presidente e treinador do “Bar-Wings” que é o 1º Clube de Calistenia das Caldas da Rainha. Segundo o treinador, Calistenia não corresponde a nenhum jogo, sendo antes um […]

Calistenia é uma das modalidades desportivas mais recentes a ser praticada nas Caldas da Rainha.

Uma nova aposta do jovem atleta de 24 anos, Iúri Lage, fundador, presidente e treinador do “Bar-Wings” que é o 1º Clube de Calistenia das Caldas da Rainha.

Segundo o treinador, Calistenia não corresponde a nenhum jogo, sendo antes um “conjunto de métodos de treino, arte e modalidade desportiva que tem vindo a ganhar popularidade em Portugal nos últimos anos”. “É um desporto característico pela utilização de barras fixas, paralelas, argolas e chão e que procura demonstrar o desenvolvimento das componentes da condição física do praticante, através de exercícios realizados predominantemente com o próprio peso corporal”, explicou Iúri Lage.

Como modalidade desportiva, está já bastante desenvolvida em Itália, França, Reino Unido, EUA e países do Leste. Em Portugal, tem vindo a ganhar mais popularidade nos últimos anos.

O novo clube, foi fundado em 2021 por Iúri Lage e um grupo de amigos que começaram a praticar a modalidade na cidade em parques, ao ar livre com poucas ou nenhumas condições (o primeiro espaço de treino foram as barras da Mata Rainha D. Leonor).

Bar-Wings, começou o seu funcionamento em janeiro de 2022, no espaço do Acrotramp Clube das Caldas, com o objetivo de “desenvolver e divulgar a modalidade a nível distrital e nacional, proporcionando pela primeira vez condições para que atletas de todas as faixas etárias possam praticar esta modalidade, de forma segura, saudável, e com orientação profissional”. “Esta prática, pode ser competitiva ou recreativa”, adiantou o fundador do clube.

A equipa Bar-Wings é composta por 7 atletas fundadores e o clube já conta com 53 atletas inscritos (7 atletas fundadores e 46 alunos).

A Calistenia, tal como o atletismo, ou a ginástica, apresenta diversas especialidades e vertentes. “Por esse motivo, o tipo de treino, filosofia e competições, variam largamente dependendo da vertente da calistenia”, referiu o treinador, acrescentando que o Bar-Wings tem como principais vertentes a “força e a resistência (Sets N’ Reps)”.

Segundo esclareceu, a vertente da “força, procura demonstrar o máximo nível de força relativa, e força máxima do praticante, através da realização de repetições de exercícios calisténicos, com a utilização do máximo de peso adicionado ao corpo do atleta”. Deu como exemplo, “as elevações na barra fixa, com peso adicionado ao corpo do atleta, através de um cinto com pesos amarrados à cintura, e quem levanta mais peso ganha”.

“A ótica da resistência, procura demonstrar níveis máximos de resistência muscular, através de movimentos em que se utiliza apenas o corpo do atleta e barras fixas, ou outro tipo de aparelhos para se realizar o máximo de repetições de determinado exercício, em determinado tempo limite (ex. máximo de flexões no chão em 1 minuto, e quem faz mais repetições ganha)”.

Campeonato Nacional de Calistenia nas Caldas

Decorreu no passado dia 2 de julho nas Caldas da Rainha, o Campeonato Nacional de Calistenia. “Foi um momento e evento histórico a nível nacional, tendo sido o 1º evento em Portugal com esta estrutura e organização e fizemos história com 2 campeões nacionais e com o clube apenas com 7 meses de funcionamento”, salientou, Iúri Lage.

Dos 53 atletas do clube, 9 (3 membros da equipa e 6 alunos) participaram na Competição Nacional, tendo os 3 membros da equipa obtido medalhas nacionais, com 2 campeões nacionais de 1º lugar (Iúri Lage na Categoria de resistência abaixo dos 65KG e Diogo Miguel na Categoria de Força acima dos 75KG).

Francisco Custódio, o 3º membro da equipa arrecadou 2 medalhas de bronze, e os restantes membros do clube foram os principais organizadores da prova nacional.

O presidente do Clube de Calistenia das Caldas, explicou ainda, que a prova de strenght “consistiu na realização de 4 movimentos com o máximo de peso adicionado ao corpo do atleta (muscle-up; pullup; dip; pistol squat). A prova de endurance, contemplou a realização do máximo de repetições em 1 minuto de 4 movimentos básicos da calistenia (pullups, dips, pishups; squats). A técnica beleza, fluidez de movimento e outros aspetos, também são fatores considerados na avaliação da pontuação final de cada atleta”. 

Segundo o treinador, o clube tem o objetivo de continuar a organizar campeonatos nas Caldas da Rainha, a nível nacional, e, porventura, a nível internacional. “Em 7 meses, foram organizados 8 eventos nacionais e 1 torneio interno, e o clube pretende realizar mais e melhores campeonatos na cidade, caso tenha o apoio necessário, designadamente para obter melhores condições logísticas e mais material indispensável para a organização destes eventos”, apontou, Iúri Lage. Os treinos do Clube, decorrem no Pavilhão Rainha D. Leonor, na secção do Acrotramp Clube das Caldas, durante as horas em que este último clube não ocupa o espaço. Geralmente, antes das 17h00 e entre as 20h00 e as 22h00.

Últimas Notícias

Unidades hoteleiras nomeadas para os prémios Publituris

O The Literary Man Óbidos Hotel (categoria melhor hotel de 4 estrelas), o Rio do Prado (categoria melhor hotel de 3 estrelas) e o Royal Óbidos Spa & Golf Resort (categoria melhor campo de golfe) estão nomeados para os prémios Publituris Portugal Travel Awards – 2022, a maior distinção turística a nível nacional, cujos vencedores serão divulgados no dia 18 de outubro.

Novo presidente do Politécnico quer afirmação como Universidade

“Após 40 anos de existência do Instituto Politécnico de Leiria, defendo que reunimos hoje as condições para nos afirmarmos como Universidade, que para além do ensino politécnico, ministre também o ensino universitário, podendo outorgar todos os graus académicos previstos na lei”, afirmou Carlos Rabadão, após ser empossado presidente do Politécnico de Leiria no dia 22 de setembro.

Festival de Insufláveis assinala regresso às aulas

De forma a assinalar o início de um novo ano letivo, o Município de Óbidos, com a colaboração da FADL – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Leiria e da Associação Óbidos Dance, pretende proporcionar às crianças um dia diferente, cheio de atividade física e diversão.

Festival Eutopia no golfe do Bom Sucesso Resort

O Bom Sucesso Resort, junto à Lagoa de Óbidos, vai receber a primeira edição do festival Eutopia, um evento que pretende unir a arte, a arquitetura e o golfe. A iniciativa dedicada à cultura contemporânea vai decorrer nos dias 1 e 2 de outubro e destaca-se, entre outros aspetos, pelo local definido para a sua […]