emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Bloco de Esquerda apresenta candidatos

O Bloco de Esquerda deu a conhecer os seus candidatos às próximas eleições autárquicas no concelho de Óbidos, com o lema “Pela Transparência e Participação”. O cabeça de lista à Câmara é João Paulo Cardoso, independente, técnico de justiça principal no Ministério Público do Tribunal de Caldas da Rainha, de 62 anos, licenciado em Direito – Ciências Jurídico - Políticas pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Viveu em Óbidos e reside atualmente em Caldas da Rainha.

“Candidato-me porque vejo que Óbidos precisa de recuperar a estabilidade, defender o ambiente, promover a igualdade e a qualidade de vida”, afirmou João Paulo Cardoso, que apresentou também como objetivos “defender a transparência e aproximar a política dos cidadãos”. “O concelho de Óbidos precisa de se libertar das amarras clientelistas e passar a ter uma gestão autárquica mais transparente e participativa, que passe a tratar as pessoas como cidadãos de plenos direitos e não apenas como meros residentes ou visitantes. A política local deve servir para melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos e para bem gerir e preservar o património público, cultural, histórico e ambiental. Para promover empregos de qualidade, fixar novos residentes e acolher visitantes sem esquecer os que já cá estão e que muito fizeram pelo concelho”, declarou. João Paulo Cardoso adiantou que “numa época de crise económica e pandémica pretendemos ouvir a população e encontrar novas metodologias participativas, de forma a definir prioridades para a política local, indo de encontro ao interesse público e fortalecendo o bem-estar das pessoas, a economia local e o emprego, a saúde pública e a preservação ambiental”. Segundo apontou, “há muitas medidas essenciais que o concelho espera há muitos anos, mas ainda se encontram na estaca zero. O Bloco pretende fortalecer a sua representação para lutar por elas: reduzir a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), fortalecer e articular os transportes públicos municipais com os concelhos vizinhos, requalificar espaços verdes e promover a preservação de biodiversidade com interligação à lagoa de Óbidos, criar um centro de interpretação histórico e roteiro turístico no concelho, recuperar aldeias e a cidade romana ‘Eburobrittium’, tornando-as visitáveis, descentralizar eventos culturais e privilegiar o turismo em vez do excursionismo”. A lista à Assembleia Municipal será encabeçada por Manuel Sousa, aderente do Bloco, de 59 anos. Com formação na área da jardinagem, trabalhou na indústria do betão e em nutrição animal, e está atualmente desempregado. Reside em Óbidos. “Nos últimos quatro anos, o Bloco de Esquerda, na Assembleia Municipal, foi a voz que defendeu políticas justas e necessárias para a generalidade da população do concelho de Óbidos. Candidato-me para continuar esse trabalho, para ser a voz dos de baixo”, disse Manuel Sousa. O Bloco está a construir o seu programa eleitoral em contacto com a população.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.