emissão em direto

Liga 3

Caldas vence Covilhã mas fica fora da fase de subida

Acalentando ainda aspirações para entrar na fase de subida, mediante uma conjugação de resultados, a equipa do Caldas Sport Clube na última jornada da fase regular até cumpriu a missão, ao vencer o Sporting da Covilhã por 2-1, na receção no Campo da Mata. Só que os adversários que estavam à sua frente estragaram o objetivo.

Liga 3

Acalentando ainda aspirações para entrar na fase de subida, mediante uma conjugação de resultados, a equipa do Caldas Sport Clube na última jornada da fase regular até cumpriu a missão, ao vencer o Sporting da Covilhã por 2-1, na receção no Campo da Mata. Só que os adversários que estavam à sua frente estragaram o objetivo.

Passaram à fase de subida a Académica, com 32 pontos, o Atlético e Alverca com 31 e o Sporting da Covilhã com 30. Sporting B, com 30, Caldas com 29, Oliveira do Hospital com 20, Amora com 18, Pêro Pinheiro com 13 e 1º Dezembro com 11 pontos vão disputar a fase de manutenção/descida, onde estarão doze clubes, divididos em duas séries de seis clubes cada, distribuídos de acordo com a sua localização geográfica, nos termos regulamentares.

Em cada série os clubes jogam entre si, duas vezes e por pontos, uma na qualidade de visitado e outra na qualidade de visitante, conforme sorteio.

No começo desta fase, os clubes serão bonificados tendo em consideração a sua classificação da primeira fase respeitando a seguinte tabela: 5.º classificado – 6 pontos; 6.º classificado – 5 pontos; 7.º classificado – 4 pontos; 8.º classificado – 3 pontos; 9.º classificado – 2 pontos; 10.º classificado – 1 ponto.

Os dois piores classificados de cada série, num total de quatro clubes, descem ao Campeonato de Portugal. Os restantes oito clubes asseguram a manutenção na Liga 3 na época desportiva seguinte.

Reviravolta no resultado

No jogo frente ao Sporting da Covilhã, o Caldas Sport Clube entrou forte, empurrando os visitantes para o seu meio-campo. Apesar de apresentar mais posse de bola, a equipa não foi capaz de criar oportunidades de verdadeiro perigo que ameaçassem a baliza de João Gonçalo e já perto da meia hora os pelicanos viram-se em desvantagem.

Gildo Lourenço apareceu com espaço sobre a direita do ataque e cruzou com conta, peso e medida, para a cabeça de Opeyemi, com o avançado a elevar-se mais do que os adversários e a inaugurar o marcador.

Na segunda parte, fruto da atitude demonstrada após o golo sofrido, o Caldas conseguiu relançar o encontro e resgatar os três pontos.

Primeiro chegou ao empate através de um golo apontado por Pepo perto da hora de jogo. O médio surgiu na área adversária e aproveitou um mau alívio para rematar forte para o fundo das redes. Minutos depois, na sequência de um livre lateral originado por uma falta de Adams, que valeu expulsão, Gonçalo Chaves, avançado recém-entrado no encontro, apontou de cabeça o golo da reviravolta.

José Vala, treinador do Caldas, comentou que “não havia nada a perder, fazer a nossa parte era tentar ganhar o jogo. Agora é levantar a cabeça e ter duas semanas para recuperar”.

Pepo, médio do Caldas, recebeu o prémio de Homem do Jogo.

Homenagem a Elmano Casimiro

O Caldas Sport Clube homenageou antes do apito inicial Elmano Casimiro, sócio, ex-atleta e ex-diretor do Caldas, que há poucos dias faleceu. Tinha 80 anos. O capitão Thomas Militão entregou uma coroa de flores à filha Sónia Casimiro, que de seguida a colocou no banco onde assistia a todos os encontros do Caldas no Campo da Mata.

Ficha técnica

Árbitro: Bruno Rebocho

Árbitros assistentes: Ricardo Azevedo e Ricardo Luz

Quarto árbitro: Diogo Coelho

Caldas: Diogo Garrido; Thomas Militão, Luís Marcelino e Eduardo Monteiro (Gonçalo Barreiras, intervalo); Nuno Januário (Luís Farinha, intervalo), Leandro Borges, Pepo e Diogo Clemente; André Perre (Yordy Marcelo, 89’), Lucas Vilela (Henrique Henriques, intervalo) e João Rodrigues (Gonçalo Chaves, 67’)

Suplentes não utilizados: André Mata, David Santos, Marcelo Marquês e Evandro Barros

Treinador: José Vala

Disciplina: nada a registar

Golos: Pepo (58’) e Gonçalo Chaves (69’)

Covilhã: João Gonçalo; Zé Simão, Casagrande e Adams; Gildo Lourenço (Pedro Brito, 87’), Rodrigo Ferreira, Gilberto (CAP.) (Diogo Ferreira, 69’) e Michel; Zé Tiago (José Pereira, 69’), Chico Cardoso e Opeyemi (João Vasco, 73’)

Suplentes não utilizados: Igor, Traquina, José Pereira, Afonso Andrade e Mário Borges

Treinador: Alex Costa

Disciplina: cartão vermelho para Adams (63’)

Golos: Opeyemi (26’)

Últimas Notícias

GNR desmantela rede de tráfico de droga nas Caldas

Um homem de 32 anos ficou em prisão preventiva e outros três e uma mulher, com idades entre 23 e 39 anos, obrigados a apresentações periódicas às autoridades policiais, enquanto decorre o processo nas instâncias judiciais que motivou a sua detenção pelo núcleo de investigação criminal do destacamento territorial da GNR das Caldas da Rainha, relacionado com tráfico de estupefacientes numa residência na cidade nas proximidades de escolas.

“Palestina Livre” juntou dezenas de caldenses

Dezenas de pessoas participaram numa vigília pela situação que se vive na Palestina, ao princípio da noite de 3 de fevereiro, depois de se terem reunido na Casa dos Barcos, no Parque D. Carlos I, para discutir o tema.