emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Campeonato Nacional de Esperanças nos Supertubos

Peniche recebeu no passado fim-de-semana o Campeonato Nacional de Esperanças no escalão de Sub 12. Jaime Veselko renovou o título de campeão nacional da categoria obtido em Peniche em 2020.

Dominou toda a competição e foram dele as melhores pontuações, quer para a melhor onda, 8,5 pontos em 10 possíveis na final, quer para o somatório das duas melhores ondas, com 16,5 pontos em 20 possíveis, obtidos também na final, contra Manuel Pirujinho, que foi vice-campeão da edição de 2021.

Tiago Guerra e Francisco Magalhães foram terceiros classificados. O jovem surfista local de Peniche, Tiago Leopoldo, foi quinto classificado.

Durante os dois dias as condições na Praia de Supertubos, estiveram perfeitas, com ondas até um metro.

Apesar das condicionantes pela situação pandémica, a Federação Portuguesa de Surf, a Câmara Municipal de Peniche e o Peniche Surfing Clube apostaram na organização desta finalíssima com fortes medidas de segurança e higiene, sem a presença de público e de zona de atletas.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.

Intensificação da vacinação motiva filas nas Caldas

A intensificação da vacinação para dar resposta à variante Delta da Covid-19 tem causado em alguns períodos filas ao longo de mais de duas horas no exterior do Pavilhão da Mata, onde funciona o Centro da Vacinação, e apesar da dificuldade em dar escoamento ao aumento de utentes, os profissionais de saúde vão tentando gerir a situação após os primeiros dias em que a capacidade de resposta foi insuficiente