emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Voleibol

Campeonato Nacional de Juniores B

Fim de semana de jornada dupla, referente ao fim da primeira fase do Campeonato Nacional de Juniores B, tendo o Sporting Clube das Caldas (SCC) ido ao terreno de jogo do Clube de Voleibol de Lisboa no passado sábado.

A equipa caldense apresentou-se desfalcada, sem um dos seus melhores atacantes, Miguel Ribeiro, por motivos de saúde, mas entrou convicto de que conseguiria vencer a equipa classificada em último deste grupo.

A falta de um dos melhores elementos veio-se a refletir na ausência de poder atacante por parte do SCC. Este facto tornou muito previsível o sistema de jogo, o que fez com que a equipa adversária assumisse posições defensivas e eficazes, e conseguisse contra-atacar.

O nervosismo e a ansiedade tomaram conta da equipa das Caldas da Rainha, contudo, o resultado final acabaria por sorrir à equipa do SCC por 2-3, com os parciais 22-25, 25-18, 17-25, 31-29 e 16-18.

No domingo realizou-se o último encontro desta primeira fase, com a equipa do Odivelas Voleibol Clube a apresentar-se bastante forte, diferente até da primeira mão, em que os caldenses venceram por 3-1.

O SCC apresentou-se algo nervoso e pouco concentrado, tendo tido algumas falhas que o adversário soube aproveitar em virtude do seu maior poder atacante.

A equipa caldense ainda reagiu, tentando jogar de igual para igual, no entanto, os ataques do Odivelas foram fazendo mossa, vencendo por 3-0, com os parciais 25-23, 27-25 e 25-15.

A equipa do SCC apresentou-se com Tomás Costa, Gonçalo Pacheco, Guilherme Eugénio, Miguel Ribeiro, Rodrigo Salvado, Richard Gouveia, Daniel Vicente, Fábio Lourenço, e o treinador, João Neves e Diogo Guia.

Termina esta fase em segundo lugar, passando para a 2ª fase do campeonato nacional, que disputará com os dois primeiros classificados do grupo A-Norte, no sistema de todos contra todos. Os dois primeiros classificados da 2ª fase vão posteriormente disputar o acesso à final, conjuntamente com a melhor equipa dos Açores e da Madeira, para encontrar o campeão nacional.

Campeonato Nacional da 3ª divisão de Seniores Femininos

A equipa sénior feminina do SCC deslocou-se a Lisboa para a décima e última jornada da primeira fase do campeonato, frente à equipa do Colégio Salesianos, contra quem as caldenses haviam realizado um bom jogo nas Caldas.

O objetivo era realizar uma exibição no mesmo nível ou melhor. A entrada da equipa caldense foi em tudo o não desejado, com muitos erros, sobretudo na receção e no sideout, o que provocou desde logo um distanciamento das adversárias. As caldenses nunca conseguiam estabilizar e entrar no set, terminando com uns muitos desnivelados 25-11.

Apesar de alterações, o segundo set foi em tudo semelhante ao primeiro, com uma grande falta de acerto. Substituindo a distribuidora que estava cansada de tanto correr pelo campo devido à receção, à defesa tremida e incerta, a equipa estabilizou um pouco, mesmo assim, perdendo o set por 25-15.

No terceiro set finalmente as caldenses entraram no jogo e mostraram as suas reais capacidades. Com uma receção mais eficaz e tranquila e uma atitude defensiva extraordinária, que permitiu ações de ataque variadas e eficazes, muitas vezes provocando o erro das adversárias, o SCC venceu o set por 25-23.

O quarto set foi dominado pelas caldenses até aos 19 pontos, momento em que três erros seguidos, mesmo com um pedido de desconto de tempo entre eles, permitiu aos Salesianos gerir o set para o vencer por 25-20, estabelecendo o resultado final em 3-1 a seu favor.

Jogaram pelas caldenses Ana Mendes, Cristina, Valença, Sónia Sousa, Sara Correia, Mara Silva, Mariya Voloshenyuk, Rita Nunes, Priscila Martins, Beatriz Gamboa e Carolina Vila.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.