emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Empresa da Caldas Empreende ganha medalhas em concurso de ervas aromáticas

A obidense Ana Filipa Ferreira, responsável pela Infusa - Infusões e Condimentos com o seu negócio na incubadora Caldas Empreende, conquistou duas medalhas de ouro nos dois produtos que levou ao 8º Concurso Nacional de Ervas Aromáticas Tradicionais Portuguesas 2021 e recebeu também a distinção máxima do concurso - “Melhor dos Melhores”.

As medalhas de ouro foram conquistadas pela infusão de lúcia-lima e tisana de cidreira, laranja e canela. A distinção foi para a infusão de lúcia-lima.

Este prémio tem para Ana Filipa Ferreira um sabor “muito especial para uma marca recente”, que foi surpreendida pelo contexto pandémico no início de atividade. “Dá-me a confirmação de que estou no caminho certo e que os produtos têm qualidade”, afirmou a responsável ao JORNAL DAS CALDAS.

Ana Filipa Ferreira disse que concorreu para que os especialistas pudessem avaliar o seu produto. “O facto de com pouco mais de um ano de Infusa conseguir já um prémio, ainda por cima o prémio máximo, deixa-me muito orgulhosa”, referiu.

A unidade de produção localiza-se no edifício do Caldas Empreende, onde a jovem trata, prepara e embala os produtos, depois de plantar, cuidar e colher os chás e condimentos nos terrenos nas Gaeiras, em Óbidos.

Para além de poder utilizar a imagem das medalhas no rótulo, a Infusa recebeu ainda como prémio a possibilidade de ter um stand na próxima Feira Nacional de Agricultura.

Os produtos da Infusa podem ser adquiridos online. Tem várias infusões, tisanas, condimentos, kits para gin e para sangria.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.