emissão em direto

Esculturas feitas de plástico alertam para a poluição das praias e oceanos

A Nazaré é um dos locais que recebem as esculturas da artista Soraia Domingos, feitas com plástico e resíduos não passíveis de serem reciclados, recolhidos na costa portuguesa pela Marinha Portuguesa, ao abrigo do projeto TransforMAR, do Lidl. Todo o restante material plástico, passível de ser reciclado, será convertido em t-shirts.

A Nazaré é um dos locais que recebem as esculturas da artista Soraia Domingos, feitas com plástico e resíduos não passíveis de serem reciclados, recolhidos na costa portuguesa pela Marinha Portuguesa, ao abrigo do projeto TransforMAR, do Lidl. Todo o restante material plástico, passível de ser reciclado, será convertido em t-shirts.

Na sua 5ª edição, o projeto TransforMAR vai além das praias e coloca esculturas de grande dimensão feitas a partir de plástico e resíduos, não passíveis de serem reciclados, em pontos estratégicos das cidades de Vila Nova de Gaia e Portimão, e da vila da Nazaré, como forma de alertar e consciencializar a população para a poluição das praias e oceanos.

Segundo o Parlamento Europeu, na União Europeia mais de 80% do lixo encontrado nas praias é plástico. De acordo com o relatório da Nações Unidas, “Da Poluição à Solução: Uma Análise Global sobre Lixo Marinho e Poluição Plástica”, estima-se que “até 2040, os mares devem receber entre 23 e 37 milhões de toneladas destes resíduos por ano”.

As redes perdidas no mar são um problema global destruindo as espécies marinhas e decompondo-se em microplásticos que ameaçam a segurança alimentar, o bem-estar animal e a saúde humana. Anualmente, a Marinha e as autoridades marítimas removem em Portugal cerca de seis toneladas de redes de pesca do oceano.

No total, as três esculturas ao abrigo do projeto TransforMAR, foram elaboradas a partir de mais de quatro toneladas de plástico, resíduos e redes de pesca, com um total de cerca de 20 quilómetros de redes de pesca, 100 metros de cabo e 200 covos (armadilhas de polvo).

Na Nazaré, a escultura perto do paredão da praia remete para uma ‘onda gigante’ (“a onda que ninguém quer surfar”).

O projeto TransforMAR é uma iniciativa do Lidl Portugal, em parceria com o Electrão, e com o apoio da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), Brigada do Mar, Marinha  Portuguesa, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e Quercus, que pretende sensibilizar os veraneantes para a importância de uma boa conduta ambiental em praia e para os princípios da economia circular – através da recuperação, reutilização, reciclagem e redução do desperdício de materiais plásticos.

Últimas Notícias

Festival Eutopia no golfe do Bom Sucesso Resort

O Bom Sucesso Resort, junto à Lagoa de Óbidos, vai receber a primeira edição do festival Eutopia, um evento que pretende unir a arte, a arquitetura e o golfe. A iniciativa dedicada à cultura contemporânea vai decorrer nos dias 1 e 2 de outubro e destaca-se, entre outros aspetos, pelo local definido para a sua […]

Autarcas pedem levantamento de interdição da “toneira” na Lagoa

Reuniram no passado dia 22, com caráter de urgência, nos Paços do Concelho, em Óbidos, os presidentes da Câmara Municipal de Óbidos, Filipe Daniel, e das Caldas da Rainha, Vítor Marques, e da Junta de Freguesia do Vau, Frederico Lopes, com a secretária de Estado das Pescas, Agricultura e Alimentação, Teresa Coelho, com o intuito de manifestar a preocupação referente à Portaria número 238/2022, de 15 de setembro, que aprova as normas reguladoras do exercício da pesca comercial nas águas interiores não marítimas na Lagoa de Óbidos.

Barca dos anos 40 em recuperação

A recuperação da antiga barca de armação “Nadir” está a ser promovida pelo Município de Peniche, atual proprietário da embarcação, ao abrigo de candidatura a fundos comunitários GAL Pesca Oeste / MAR2020.

Idosos em almoço-convívio

Um almoço-convívio comemorativo no parque das bicicletas do Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, vai assinalar a 30 de outubro o Dia Internacional do Idoso.