emissão em direto

Funcionamento do Centro de Saúde do Bombarral criticado

O bombarralense Diogo Pereira, vice-presidente da Distrital de Leiria do Partido Chega, criticou a “degradação dos serviços” do novo Centro de Saúde do Bombarral, apontando que “tem colocado a população com uma assistência incapacitada”.

O bombarralense Diogo Pereira, vice-presidente da Distrital de Leiria do Partido Chega, criticou a “degradação dos serviços” do novo Centro de Saúde do Bombarral, apontando que “tem colocado a população com uma assistência incapacitada”.

“A falta de médicos,  as consultas com longos meses de espera e linha telefónica de atendimento das consultas incontactável”, foram pontos focados. 

Diogo Pereira lamentou situações como “a assistência de urgências, onde num pequeno corte, os utentes para levar dois ou 3 pontos fazem deslocações as urgências do Hospital das Caldas da Rainha”.

Outros obstáculos, como “a falta de um equipamento de Suporte Básico de Vida” ou a “dificuldade de obter as receitas de medicamentos”, a carência de “um serviço de médico dentista”, levaram a este protesto.

“Basta dar uma vista de olhos no livro de reclamações, para que se perceba que a população está a ficar saturada e a ficar doente com falta de assistência”, declarou, anunciando que “uma comissão de utentes em defesa do Centro de Saúde será formada sem cor partidária para poder representar os utentes do concelho do Bombarral”.

Últimas Notícias

Funcionária acusada de desviar dinheiro de taxas moderadoras

O Ministério Público deduziu acusação contra uma mulher que exerceu funções no serviço de atendimento complementar da Nazaré, pertencente ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte, e que nesse âmbito está indiciada da prática de crimes de peculato e de recebimento indevido de vantagem.

Radiocomunicações de barcos fiscalizadas

A Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) levou a cabo no último trimestre de 2021 um conjunto de ações de fiscalização com a Polícia Marítima, numa zona compreendida entre os portos de Caminha e Peniche.

Uma semana com mais 5 mortes e mais 1172 casos ativos no Oeste

Os dados divulgados até à noite de 10 de fevereiro davam conta que no total, desde o início da pandemia, foram registados 831 óbitos (mais 5 em relação à semana passada) na região Oeste associados à Covid-19. O concelho de Torres Vedras era onde se verificava o maior número de falecimentos, que ascendem a 197 […]