emissão em direto

Inauguração do Espaço MyMachine abre projeto à comunidade

“A construção da educação é feita em comunidade e trabalhar em comunidade é precisar de todos”. Foi desta forma que Margarida Reis, vereadora com o pelouro da educação, falou da abertura do Espaço MyMachine Portugal, a funcionar desde o passado dia 11 na Casa do Centro (antiga biblioteca municipal), em Óbidos.

“A construção da educação é feita em comunidade e trabalhar em comunidade é precisar de todos”. Foi desta forma que Margarida Reis, vereadora com o pelouro da educação, falou da abertura do Espaço MyMachine Portugal, a funcionar desde o passado dia 11 na Casa do Centro (antiga biblioteca municipal), em Óbidos.

Segundo a autarca, “este projeto tem sido trabalhado nas escolas, no primeiro ano e, depois, já não há mais contacto [com o MyMachine] por parte dos alunos”. Contudo, para Margarida Reis, “este projeto é muito bom para ficar apenas pelo primeiro ano” e, por isso, “este espaço serve para abrir o projeto à comunidade”. “Vamos tentar oferecer alguns programas para alunos de vários pontos do país”, sendo também “um espaço que está a ser preparado para os nossos idosos”, concluiu.

Ana Sofia Godinho, coordenadora nacional do MyMachine Portugal, explicou que “o bonito deste projeto é a comunicação entre todos, entre crianças, alunos das escolas técnicas e alunos das universidades”. O MyMachine Portugal está presente, neste momento, em três municípios portugueses, nomeadamente Óbidos, Vila Nova de Famalicão e Campo Maior, mas “já há outras regiões que falaram connosco”, revelou.

Em Óbidos, o projeto reúne o Município, o Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos, o Parque Tecnológico de Óbidos, a Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, do Instituto Politécnico de Leiria, o CENFIM – núcleo das Caldas da Rainha e o Centro de Educação Especial Rainha D. Leonor, das Caldas da Rainha. Foi ainda celebrado um novo protocolo com o Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, das Caldas da Rainha.

O Projeto MyMachine surgiu em Kortrijk (Bélgica), através da Universidade de Howest. A ideia base dos fundadores do projeto é simples: trabalhar a criatividade e a inovação na educação, capacitando os alunos com competências para intervirem no contexto onde se inserem, pensar o território, definir claramente um problema ou necessidade que identifiquem e depois dar-lhes ferramentas para que possam resolver.

É um projeto singular porque envolve alunos desde o ensino básico ao ensino universitário, permitindo que as crianças concretizem as suas ideias através da construção das suas “máquinas”. Estas são pensadas na fase da “ideia” para resolverem problemas do mundo, recorrendo à criatividade das crianças e à sua forma simples de encarar o mundo, juntando-lhe depois o conhecimento e a capacidade tecnológica de instituições de ensino superior e empresas de base tecnológica.

Últimas Notícias

MDM quer combate à violência contra as mulheres 

O Movimento Democrático de Mulheres (MDM) assinalou a 25 de Novembro o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, tendo realizado um jantar-debate na sede do Clube Recreativo Delgadense, na Delgada, no Bombarral e, na véspera, a distribuição de informação no Agrupamento de Escolas Fernão Pó, na vila.

Governador rotário visita clube local

O Rotary Club das Caldas da Rainha recebeu o Governador do Distrito 1960, Vitor Cordeiro, para uma visita de trabalho, no passado dia 14, numa deslocação que teve o seu início na rotunda Rotary (junto ao Continente), onde se fez uma fotografia de grupo junto ao marco rotário.

Água distinguida pela qualidade

A Câmara Municipal do Cadaval voltou a ser contemplada com o “Selo de qualidade exemplar da água para consumo humano” no âmbito da 17.ª Expo Conferência da Água, realizada em Lisboa, no passado dia 22. A autarquia recebe assim, mais uma vez, a distinção que enaltece a qualidade da sua água. A atribuição deste galardão […]

Frederico Silva novamente finalista no Japão 

Chegou ao fim a digressão asiática do atleta caldense Frederico Silva e no quarto e último torneio disputado na cidade japonesa de Yokkaichi, o jogador do Clube de Ténis das Caldas da Rainha voltou a atingir a final do torneio de categoria 80 do ATP Challenger Tour.