emissão em direto

Isabel Pereira Rosa apresenta livro “Foz – Uma história da pandemia”

Está de regresso ao Cadaval a iniciativa Primavera de Livros, com diversas atividades de incentivo à leitura e de comemoração do mês do livro. No próximo sábado, pelas 15h00, a Biblioteca Municipal recebe a escritora Isabel Pereira Rosa, para um encontro em torno do seu mais recente livro, intitulado “Foz – Uma história da pandemia”.

Está de regresso ao Cadaval a iniciativa Primavera de Livros, com diversas atividades de incentivo à leitura e de comemoração do mês do livro. No próximo sábado, pelas 15h00, a Biblioteca Municipal recebe a escritora Isabel Pereira Rosa, para um encontro em torno do seu mais recente livro, intitulado “Foz – Uma história da pandemia”.

A apresentação do novo trabalho da autora, professora reformada natural da Tojeira (Vilar, Cadaval), contará não só com a presença da própria como também com a especial participação dos médicos pneumologistas Paula Cravo e António Meleiro.
Isabel Pereira Rosa, nascida em 1954, reside atualmente na Foz do Arelho. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas, na Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, e especializou-se em Ciências de Educação, na Área de Educação Especial, na Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação de Lisboa.
Trabalhou em importação/exportação, traduziu livros e foi professora de língua portuguesa, de inglês e de ensino especial, em várias escolas do país.
Em 1998, publicou o livro de ficção “Folhas Soltas”, numa edição SOL XXI, e em 2000, o livro infantil “O Tesouro da Serra de Montejunto, edição da LeaderOeste.
Seguiu-se, em 2003, “Sozinho (s)em Casa”, publicação também infantil, edição da Câmara Municipal do Cadaval, e em 2009, “Memórias de uma Professora”, pela Chiado Editora.
Em 2011, edita o romance “A Substância do Tempo”, também pela Chiado Editora, prosseguindo, em 2014, com “Diário da minha Loucura”, pela Lua de Marfim.
Em 2015, edita “Uma pedra contra o peito”, pela Althum.com, e, em 2019, chega “Parkinson, meu amor”, a cargo da editora Textiverso. Publicou ainda vários contos e poemas, em boletins, revistas literárias e antologias.
Na rede social Facebook, publica regularmente excertos das suas obras, na página Isabel Pereira Rosa – Poesia e Prosa, e poesia e contos no site brasileiro “Palavra”.
Em 1987, recebeu o 1.º prémio do Concurso Literário Biblioteca da Nazaré, com o conto “Norte”; em 2009, recebeu uma menção honrosa, com o conto “Idade não é Velhice”, nos VII Jogos Florais de Avis, e, em 2019, foi-lhe atribuída uma menção honrosa pela “Ode a Póvoa de Varzim”, no concurso Literário Fundação Dr. Luís Rainha Correntes d’Escritas.
Em 2017, integrou os júris do Prémio Literário Fernanda Botelho (Cadaval) e do Concurso Nacional de Leitura, fase regional.
Em 2021, chega então o seu mais recente romance, “Foz – Uma história da pandemia” (Astrolábio Edições).

Últimas Notícias

Suspeito de esfaqueamento detido pela Judiciária

Um homem de 24 anos que tentou matar outro com uma faca, no ano passado em Rio Maior, foi detido no dia 24 de maio pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária em Ferrel, no concelho de Peniche.

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).