emissão em direto

Isolamento de 12 assistentes operacionais impede aulas em escola da Lourinhã

Devido à necessidade de isolamento de doze assistentes operacionais da Escola Básica Dr. João das Regras, na Lourinhã, no âmbito da pandemia de Covid-19, não existem condições para abertura deste estabelecimento de ensino dos 2º e 3º ciclos para as atividades letivas nesta segunda-feira, transmitiu em comunicado aos alunos e encarregados de educação o diretor do Agrupamento de Escolas e Jardins de Infância D. Lourenço Vicente, Pedro Damião.

Devido à necessidade de isolamento de doze assistentes operacionais da Escola Básica Dr. João das Regras, na Lourinhã, no âmbito da pandemia de Covid-19, não existem condições para abertura deste estabelecimento de ensino dos 2º e 3º ciclos para as atividades letivas nesta segunda-feira, transmitiu em comunicado aos alunos e encarregados de educação o diretor do Agrupamento de Escolas e Jardins de Infância D. Lourenço Vicente, Pedro Damião.

De acordo com o responsável, a situação “pelo menos” deverá afetar esta segunda-feira, adiantando que “as atividades letivas serão retomadas assim que existirem condições, devendo os alunos e encarregados de educação estar atentos à informação que for colocada na página eletrónica do agrupamento ou enviada pelos respetivos diretores de turma”.

A direção do Agrupamento está em contacto com a autoridade de saúde local para os procedimentos considerados necessários, incluindo o inquérito epidemiológico para as situações que se vierem a detetar.

Pedro Damião reforça “a necessidade de utilização de máscara e de distanciamento social para evitar contágios (em especial em momentos de almoço), pois, apesar da vacinação já abranger a esmagadora maioria dos adultos e de muitos jovens, continuam a existir infeções e contágios que urge controlar”.

Este ano letivo a Escola Básica Dr. João das Regras tem seis turmas do 5º ano, cinco do 6º, cinco do 7º, cinco do 8º, cinco do 9º e uma turma CEF (Curso de Educação e Formação) do 3º ciclo.

Últimas Notícias

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

Barco de pesca encalhou na Consolação

Um barco de pesca encalhou na madrugada desta terça-feira a sul da Consolação, ao largo de Peniche, com cinco pescadores a bordo, que conseguiram chegar a terra sem problemas numa balsa salva-vidas.

VMER volta a ter mais saídas para situações de trauma

A Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) das Caldas da Rainha no serviço de urgência do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) voltou à situação “normal” de seis a sete saídas por turno de oito horas, número que havia reduzido nos dois últimos anos de pandemia. No dia 15 de maio foi celebrado o 20º aniversário da VMER.