emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

JORNAL DAS CALDAS no Rally de Portugal

Elfyn Evans e Scott Martin, em Toyota Yaris, foram os melhores na edição de 2021 da prova do Automóvel Club de Portugal pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralis (WRC). Foi o piloto galês quem mais capitalizou o erro de Thierry Neuville/Martin Wydaeghe, quando lideravam na penúltima especial da primeira etapa, e o problema técnico de Ott Tänak/Martin Järveoja, que forçaram ambos os pilotos da Hyundai à desistência.

Uma corrida consistente de Evans que, se beneficiou realmente destes erros e azares, fez também uma prova isenta de percalços e muito rápida, para conquistar a quarta vitória da carreira no «Mundial» e deixar a promessa de que, aos 32 anos, se vai ainda certamente poder contar com ele para futuras contas de títulos.

Deixou outra prova do seu valor quando, pressionado pelo mais experiente Dani Sordo, no Hyundai restante, lhe deu o «golpe de misericórdia». Evans dobrou praticamente a vantagem sobre o espanhol, de 10,7s para 20,3s, fazendo uma «declaração» relativamente às contas da vitória na prova.

Este triunfo foi ainda uma espécie de redenção relativamente à anterior prova do WRC, o Rali da Croácia, em que um erro na última curva da prova o fez desperdiçar os 3,9 segundos de vantagem que detinha sobre Ogier, para perder a prova para o francês por quatro décimos.

E o Vodafone Rally de Portugal 2021 só não constituiu maior desilusão para a Hyundai porque o segundo lugar de Dani Sordo ajudou a limitar o dano para as cores coreanas. O espanhol, que estreou a navegador no WRC o compatriota Borja Rozada, podia mesmo ter aspirado à vitória, mas dois erros condicionaram o seu resultado. O primeiro, na etapa inaugural, quando depois de uma entrada à campeão, que lhe permitiu liderar a prova desde a segunda especial e ser consistentemente o mais rápido na estrada, deixou o carro ir abaixo e demorou demasiado tempo a voltar a ligá-lo.

O segundo erro aconteceu quando perdeu mais de nove segundos para o galês.

Ogier foi terceiro mas mantém liderança no «Mundial».

A organização conseguiu controlar o público, que teve bom comportamento.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.