emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

“O Outro” é tema de Festival Literário Internacional

O Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos volta a realizar-se entre os dias 14 e 24 de outubro, numa edição que terá como tema “O outro”.

Oferecendo um programa que incluirá lançamentos de livros, debates, mesas redondas, entrevistas, sessões de autógrafos e conversas, entre escritores e leitores, o evento regressa a Óbidos, numa vertente presencial, tendo a organização entendido que estarão reunidas as condições de segurança para a sua realização no último trimestre deste ano. Este será o primeiro evento a ser retomado, no seu formato original, desde que pandemia, causada pela Covid-19, provocou uma paragem abrupta na atividade cultural da vila.

As principais mesas de escritores e sessões do evento estarão concentradas numa tenda na Praça de Santa Maria, com lotação limitada e com emissão de bilhetes (gratuitos), com lugares marcados, para garantir o cumprimento da lotação do espaço. O mesmo acontecerá com o Palco Inatel – tenda dos concertos – localizada na Cerca do Castelo.

O Folio vai contar com as seguintes áreas de programação e curadorias: Folio Autores – Ana Sousa Dias e Pedro Sousa; Folio Educa – Ana Sofia Godinho; Folio Ilustra – Mafalda Milhões; Folia – programação a cargo da Fundação Inatel; Folio Mais – José Pinho.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.