emissão em direto

Pescador morre após cair no mar  

Um pescador de 62 anos morreu na manhã da passada quarta-feira quando seguia a bordo de uma embarcação de pesca costeira, a cerca de oito milhas náuticas (aproximadamente 14 quilómetros) a sudoeste de Peniche, e caiu no mar, em circunstâncias que se desconhecem, numa altura em que estava lançar à água covos, armadilhas destinadas à captura de polvos.

Um pescador de 62 anos morreu na manhã da passada quarta-feira quando seguia a bordo de uma embarcação de pesca costeira, a cerca de oito milhas náuticas (aproximadamente 14 quilómetros) a sudoeste de Peniche, e caiu no mar, em circunstâncias que se desconhecem, numa altura em que estava lançar à água covos, armadilhas destinadas à captura de polvos.

O homem, natural de Peniche, estava acompanhado de mais três pescadores, quando sucedeu a queda, tendo sido resgatado pela própria companha, que alertou pelas 06h44 o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa que a vítima se encontrava em paragem cardiorrespiratória.

Foi de imediato ativado um semirrígido da Estação Salva-vidas de Peniche, com elementos do INEM a bordo. À chegada junto da embarcação de pesca, não foi possível efetuar o resgate da vítima, devido às condições meteorológicas que se faziam sentir, tendo os elementos do INEM e um tripulante da Estação Salva-vidas entrado no barco, por forma a auxiliar e efetuar manobras de reanimação à vítima.

A embarcação de pesca costeira dirigiu-se até ao cais de Peniche, onde aguardava uma ambulância do INEM que transportou o homem, em estado muito grave, para o hospital da cidade, acabando ali por ser confirmado o óbito.

Poderá ter-se sentido mal e caído à água, ou escorregado, ficando preso nas armadilhas e sendo arrastado para o mar, mas a autópsia poderá permitir perceber as causas da morte. A Polícia Marítima tomou conta da ocorrência.

Últimas Notícias

Evento em Salir de Matos promove freguesia

“Conhece Salir de Matos?!” é o nome da iniciativa que se vai realizar de 22 a 24 de julho nesta freguesia do concelho das Caldas da Rainha, com cultura, jogos tradicionais, gastronomia e costumes.

Jogo sobre reciclagem na praia da Foz do Arelho

O Recicla Mania, um jogo de tabuleiro em versão gigante, vai passar por cerca de vinte praias nas regiões de Lisboa, Algarve, Centro e Porto no mês de julho, chegando à Foz do Arelho no dia 18, entre as 9h e as 12h.

Crianças e jovens com atividades no verão

“Exploradores de Óbidos”, inserido no Programa Crescer Melhor, uma proposta do Serviço de Educação do Município de Óbidos para jovens do 2°ciclo, promoveu a valorização do património local, através de residências diárias nas diferentes freguesias do concelho, entre 17 e 30 de junho.

Associação de regantes vai ter sede

A construção do edifício sede para a associação de regantes, entidade gestora do aproveitamento hídrico de Óbidos, vai custar 363 mil euros, de acordo com o contrato assinado no passado dia 29 no salão nobre dos Paços do Concelho de Óbidos.

Clube Karate Shotokan em torneio nacional

O Clube Karate Shotokan de Caldas da Rainha participou, no passado dia 25, no Torneio Nacional da Shotokan Karate Internacional Portugal, em Brás Oleiro.