emissão em direto

Presépios em lavadouros municipais

Nos lavadouros municipais da Nazaré, onde ainda se lava a roupa à mão como noutros tempos, pode ser visto um presépio com mais de cem peças. A maioria tem tamanhos entre meio centímetro e três centímetros e meio.

Nos lavadouros municipais da Nazaré, onde ainda se lava a roupa à mão como noutros tempos, pode ser visto um presépio com mais de cem peças. A maioria tem tamanhos entre meio centímetro e três centímetros e meio.

O local, no Sítio da Nazaré, é emblemático porque ao longo de muitos anos era um espaço usado pelas nazarenas para lavar a roupa de casa, à mão. Os tempos mudaram mas apesar de agora haver máquinas de lavar, ainda há ainda quem aproveite para ali ir.

Maria Adelina, lavadeira, conta que “venho sempre aqui aos tanques quando posso desde há 45 anos. Quando não consigo arranjo-me em casa. Tenho máquina de lavar, mas as nódoas saem melhor com a nossa força e com o sabão azul e branco, como à antiga”. Apesar de “cansar um bocadinho”, é “mais barato, porque não se paga a água”.

Ao lado dos tanques de lavagem está a exposição de mais de cem peças de presépio de Joaquim Rosa. Tem 64 anos, foi segurança e começou por fazer peças pequenas. Os bonecos têm o máximo de três centímetros e meio de altura e há peças com menos de meio centímetro. 

“Como gosto de modelismo comecei a fazer peças pequenas e saíram bem. As peças são feitas em diversos materiais, havendo muita reciclagem de arame, papel, cordel, madeira de caixas de fruta, rolhas de cortiça e garrafas”, relata.

A venda de algumas peças pequenas reverte a favor da Loja Social da Nazaré, da junta de freguesia, que ajuda os mais desfavorecidos. As peças maiores não estão à venda, porque o autor tem dificuldade em desprender-se delas. “No ano passado vendi por favor duas peças e depois andei atrás da pessoa para me devolvê-las”, recorda.

A junta de freguesia da Nazaré, que apoia a exposição, cedendo o espaço, aponta que a iniciativa tem atraído muitos visitantes.

“É um espaço tradicional, emblemático, em que as mulheres da Nazaré por hábito vêm cá fazer a lavagem das roupas e a junta faz a manutenção do espaço. Estes tanques são visitados por centenas de pessoas que têm curiosidade e vamos aproveitar para fazer mais eventos do género”, garante João Formiga, presidente da junta de freguesia.

Últimas Notícias

Funcionária acusada de desviar dinheiro de taxas moderadoras

O Ministério Público deduziu acusação contra uma mulher que exerceu funções no serviço de atendimento complementar da Nazaré, pertencente ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte, e que nesse âmbito está indiciada da prática de crimes de peculato e de recebimento indevido de vantagem.

Radiocomunicações de barcos fiscalizadas

A Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) levou a cabo no último trimestre de 2021 um conjunto de ações de fiscalização com a Polícia Marítima, numa zona compreendida entre os portos de Caminha e Peniche.

Uma semana com mais 5 mortes e mais 1172 casos ativos no Oeste

Os dados divulgados até à noite de 10 de fevereiro davam conta que no total, desde o início da pandemia, foram registados 831 óbitos (mais 5 em relação à semana passada) na região Oeste associados à Covid-19. O concelho de Torres Vedras era onde se verificava o maior número de falecimentos, que ascendem a 197 […]