emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

PS elege delegados ao Congresso Nacional

Vai realizar-se nos dias 10 e 11 de julho o XXIII Congresso Nacional do Partido Socialista, sendo Caldas da Rainha representada por dois delegados, tendo em conta o número de militantes.

Na concelhia apresentaram-se duas listas a sufrágio. A lista A1 integrou a equipa de Isabel Alves Pinto que a acompanhou nas eleições concelhias de janeiro de 2020, sendo por ela encabeçada, e a lista A2, saída do grupo que atualmente lidera a concelhia, encabeçada por Luís Filipe.

Tendo em conta a situação de pandemia a votação ocorreu em dois momentos: No dia 11 de junho houve votação por via eletrónica (foram enviados para todos os militantes que tinham os números de telefone atualizados, através de SMS, os elementos necessários para exercerem o seu direito de voto) e no dia 18 de junho a eleição presencial, para todos os que não exerceram o seu direito por via eletrónica.

O resultado final, pelo método de Hondt, ditou a eleição, como delegados ao Congresso, dos dois cabeças de lista (lista A1 e A2 – Isabel Alves Pinto e Luís Filipe), tendo a lista A1 recolhido 31 votos (13 presenciais e 18 eletrónicos) e a lista A2 44 votos (14 presenciais, 30 eletrónicos). Houve dois votos em branco e três nulos.

Os 80 militantes que votaram expressaram também a sua escolha perante as moções ao congresso – de António Costa e Daniel Adrião – que culminarão a eleição do secretário-geral, tendo António Costa recebido 70 votos e Daniel Adrião 6 votos, havendo ainda três votos em branco e um nulo.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.