emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Quarteto detido com 53 quilos de droga

Quatro homens, com idades entre os 20 e os 31 anos, foram detidos pela Diretoria do Centro da Polícia Judiciária, em flagrante delito, no final da passada semana, na Nazaré, por suspeita da prática de crime de tráfico de estupefacientes.

Segundo a PJ, “farão parte de um grupo organizado dedicado ao tráfico transnacional de estupefacientes, sendo a droga distribuída sobretudo nas zonas de Lisboa, centro e norte do país”.

Em resultado da operação policial, na execução de várias buscas domiciliárias e não domiciliárias, foram apreendidos 53 quilos de canábis, bem como objetos relacionados com a produção indoor de canábis e ainda um elevado número de telemóveis.

“Os suspeitos demonstravam extremo cuidado, adotando procedimentos com os quais pretendiam iludir a atenção das autoridades e diminuir o risco de uma eventual abordagem, designadamente com utilização de dispositivos de contravigilância”, refere a PJ.

Os quatro detidos, um dos quais com antecedentes criminais, foram presentes a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Coimbra, tendo-lhes sido aplicada a prisão preventiva.

A investigação, titulada pelo Ministério Público de Coimbra, prossegue tendo em vista o apuramento de todo o processo.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.