emissão em direto

Semana intensa na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste

A Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) teve uma semana cheia de atividades, entre 20 e 24 de novembro, com a realização de um workshop de sushi, das provas do concurso Jovem Talento da Gastronomia (JTG) e a celebração do Dia Mundial da Oliveira, entre outras.

A Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) teve uma semana cheia de atividades, entre 20 e 24 de novembro, com a realização de um workshop de sushi, das provas do concurso Jovem Talento da Gastronomia (JTG) e a celebração do Dia Mundial da Oliveira, entre outras.

De 20 a 22 de novembro teve lugar um workshop de Sushi e outro de Kuro-Obi (que é a especialização máxima na técnica e na arte do sushi) com os “senseis” Gentaro Yamakazi e Hirotoshi Ogawa, que vieram especialmente do Japão para esta ação de formação. A responsabilidade da realização deste workshop foi do instituto World Sushi Skills (WSSI), que é reconhecido pelo governo japonês e que é “uma das referências mundiais do sushi”, salientou Daniel Pinto, diretor da escola.

Participaram cerca de 30 chefes “sushiman”, vindos de diferentes unidades hoteleiras nacionais e internacionais de diversas partes do mundo, como a Noruega, Brasil, Espanha, França e Luxemburgo.

Um dos focos nesta formação é na higienização, de modo a que os pratos, para além de serem bem confecionados, sejam também realizados de acordo com a segurança alimentar. Foi salientado que é perigoso comer peixe cru se não forem seguidas certas regras.

Dois alunos da EHTO, Joana António (Técnico de Cozinha/Pastelaria) e Filipe Santos (Gestão e Produção de Cozinha), também tiveram a oportunidade de frequentar gratuitamente este curso. A formação de dois dias normalmente tem um custo de 850 euros por pessoa. Daniel Pinto ficou orgulhoso pelo facto de os alunos terem sido aprovados, num curso onde 25% dos participantes reprovaram.

Semi-final do concurso Jovem Talento da Gastronomia

A 22 de novembro a EHTO recebeu também uma etapa da semi-final do concurso nacional JTG, com a participação de 24 alunos de todo o país. Criado em 2012 pela Edições do Gosto, o concurso é direcionado a jovens estudantes de hotelaria e restauração.

Entre várias atividades realizadas no âmbito deste evento, com workshops e showcookings promovidos por vários chefes de cozinha no auditório da Biblioteca Municipal, tiveram lugar na escola as provas das categorias de Pastelaria, Cozinha e Artes da Mesa.

Na prova de Pastelaria a escola esteve representada por Ruben Lima, aluno no curso de Gestão e Produção de Pastelaria, que ficou apurado para a grande final, a qual terá lugar em dezembro no Estoril. Ruben Lima apresentou uma sobremesa denominada “Natureza e a sua frescura”, que consiste num suspiro com caramelo de cogumelo, esponja de pistachio, creme de eucalipto e gel de maçã verde.

Em 2022, José Melo, do curso de Gestão e Produção de Pastelaria da EHTO, foi o vencedor na final nacional do JTG, na competição de Pastelaria.

EHTO celebrou Dia Mundial da Oliveira

Em 2020, pela primeira vez, a UNESCO propôs que o dia 26 de novembro fosse dedicado a “celebrar o Dia Mundial da Oliveira e os valores da paz, da sabedoria e da esperança encarnados por esta árvore emblemática” e este ano a EHTO, depois se ter associado ao projeto Olive4All, organizou um vasto programa para fundamentar a importância da oliveira e dos seus produtos na região Oeste.

As atividades realizaram-se a 24 de novembro, iniciando-se com uma alocução sobre o olivoturismo na região, pelo diretor da EHTO e pelo presidente da Câmara das Caldas da Rainha, Vitor Marques.

Seguiu-se uma aula aberta com o tema “A cultura do azeite: um património cultural e histórico”, pela professora Carmen Soares, do Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra.

Depois de um almoço temático, onde o azeite foi rei, teve lugar um debate em que se abordou a temática “Azeite – Os desafios da produção aliada ao Turismo”. O dia terminou com uma oficina de padaria em que se juntou o pão, o vinho e o azeite.

Segundo o chef Luís Tarenta, o olivoturismo é um setor do turismo que está a começar a ter grande procura e é preciso ter em atenção esse tema. Na gastronomia, não há dúvidas que o azeite tem um papel importante, até por ser uma gordura mais saudável.

Considerado como o ouro líquido, este ano o azeite tem feito jus a este epíteto, tendo em conta os valores a que está a ser vendido. Luís Tarenta alertou para a qualidade daquilo que se compra, uma vez que só o denominado “virgem extra” dá garantias de ser 100% azeite.

Aluno da EHTO venceu concurso Chef Nobre

No dia 23 realizou-se também na EHTO o concurso Chef Nobre, promovido pela empresa de carnes processadas com sede em Rio Maior.

Estiveram em competição alunos de diferentes estabelecimentos da rede de Escolas do Turismo de Portugal. Na prova final os participantes foram desafiados a elaborar, em 90 minutos, dois pratos (entrada e prato principal) com produtos Nobre.

A avaliação foi feita por um júri de profissionais da restauração, de diferentes unidades hoteleiras, assim como representantes da Nobre.

Tito Maciel, da EHTO, foi o vencedor desta edição, tendo ficado Ítala Silva, da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, em 2º lugar, e Pedro Werneck, da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, em 3.º lugar.

Últimas Notícias

“Palestina Livre” juntou dezenas de caldenses

Dezenas de pessoas participaram numa vigília pela situação que se vive na Palestina, ao princípio da noite de 3 de fevereiro, depois de se terem reunido na Casa dos Barcos, no Parque D. Carlos I, para discutir o tema.

Preço médio da venda de casas nas Caldas aumentou 25.000€ em janeiro

O portal imobiliário Imovirtual divulgou nesta segunda-feira o seu barómetro relativo à evolução dos preços médios anunciados de arrendamento e venda no distrito de Leiria, fazendo uma comparação entre janeiro com o mês de dezembro. Nas Caldas da Rainha vender ficou mais caro, passando dos 300.000€ para os 325.000€ e arrendar ficou ligeiramente mais barato, passando de 950€ para 900€.