emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

The English Centre com matrículas para cursos intensivos de verão

A academia de línguas The English Centre tem abertas as matrículas para os cursos intensivos de verão que promove todos os anos nos meses de julho e agosto. De regresso à normalidade académica, este ano os cursos passam como habitual a ter lugar com aulas presenciais, em exclusivo na escola de Caldas da Rainha. As matrículas já se encontram abertas na secretaria da escola e o curso de julho tem início no dia 5.

Planeados para crianças, adolescentes e adultos, com uma periodicidade diária no total de 30 horas para crianças e 40 horas para adolescentes e adultos, com aulas em horário pós laboral para os profissionais que queiram frequentar as aulas, os cursos de verão são apontados como indicados para aqueles que dispõem de pouco tempo para a aprendizagem do inglês ou alunos que têm necessidade de melhorar as suas notas do ensino oficial. Esta é ainda uma oportunidade para colocar as crianças no primeiro contacto com a língua inglesa.

Lecionados por professores cuja língua nativa é o inglês, as turmas são divididas por escalão etário, nível de conhecimento e disponibilidade de horário.

O The English Centre é a escola de línguas mais antiga na região, reconhecida pelo Ministério da Educação e um Centro de Preparação de Exames do Cambridge ESOL Examinations. A academia de línguas, sob a gestão académica de Jane Ribeiro, é uma empresa independente e foi fundada em 1987.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.