emissão em direto

“Tradição Restaurante” com comida típica portuguesa na rua do Parque

“Um local atrativo pela boa comida, nomeadamente os petiscos, a preço acessível e com uma atmosfera confortável e acolhedora”. É assim que Sónia Nunes define o seu “Tradição Restaurante”, que abriu a 15 de janeiro, no número 5 da Rua do Parque, nas Caldas da Rainha.

“Um local atrativo pela boa comida, nomeadamente os petiscos, a preço acessível e com uma atmosfera confortável e acolhedora”. É assim que Sónia Nunes define o seu “Tradição Restaurante”, que abriu a 15 de janeiro, no número 5 da Rua do Parque, nas Caldas da Rainha.

Sónia Nunes associou ao nome do restaurante o termo “bistrô”, os pequenos restaurantes ou bares muito populares em França com as mesmas caraterísticas com que define o seu espaço.

Neste caso o restaurante aposta na cozinha tradicional portuguesa. “Esperamos, daqui a alguns anos, tornarmo-nos uma verdadeira ‘tradição’ nas Caldas da Rainha”, disse a proprietária o JORNAL DAS CALDAS.

Com formação académica na área, toda a sua vida trabalhou área da hotelaria. “Trabalhei em Portugal e também no exterior, onde fiz parte da direção de três hotéis”, contou.

Há cerca de quatro anos regressou a Portugal com o sonho de abrir o seu próprio negócio, mas a pandemia da Covid-19 fez adiar esse objetivo.

“A oportunidade surgiu apenas agora. Há sempre quem diga que não é a melhor altura, mas se estivermos à espera do momento certo ele nunca aparece, então fiz acontecer”, adiantou.

Tal como os tradicionais bistrôs, este é um negócio familiar e as três pessoas que ali trabalham são membros da família.

“As especialidades da casa são sobretudo pratos e petiscos tradicionais portugueses, que o meu pai, cozinheiro de profissão já aposentado, continua a fazer com imensa paixão”, revelou Sónia Nunes.

Destaque para o cozido à portuguesa, a feijoada e a sopa da pedra, entre outros pratos.

“Temos ainda todos aqueles petiscos típicos, como o chouriço assado, as tábuas de queijos e enchidos, a dobradinha com feijão, passando pelos pezinhos de coentrada, moelinhas, choco frito ou salada de polvo, entre outros”, acrescentou a empresária.

Até agora só tem ouvido elogios sobre a qualidade da comida, mas espera receber mais pessoas que possam provar e apreciar.

Para já o restaurante está aberto todos os dias, exceto às segundas-feiras, das 10 às 22 horas. “Ainda estamos a tentar perceber quais são os dias e horários de maior afluência para, com isso, definirmos o nosso dia de descanso e ajustarmos o nosso horário de funcionamento”, concluiu.

Últimas Notícias

Preço médio da venda de casas nas Caldas aumentou 25.000€ em janeiro

O portal imobiliário Imovirtual divulgou nesta segunda-feira o seu barómetro relativo à evolução dos preços médios anunciados de arrendamento e venda no distrito de Leiria, fazendo uma comparação entre janeiro com o mês de dezembro. Nas Caldas da Rainha vender ficou mais caro, passando dos 300.000€ para os 325.000€ e arrendar ficou ligeiramente mais barato, passando de 950€ para 900€.

“Hawai de Alfeizerão” é investimento em campismo com charme

O conceito de acampar com elegância e charme vai ser explorado em breve em Alfeizerão, com a criação de um Parque de Glamping, Eco Resort e Parque de Autocaravanas intitulado “Hawai de Alfeizerão”, em construção no Casal da Ponte, num investimento que rondará entre 150 a 200 mil euros da Junta de Freguesia, com o apoio da Câmara Municipal de Alcobaça.

Secretário de Estado visitou Pousada da Juventude de Alfeizerão

No âmbito da iniciativa “ANDA (Conhecer Portugal)”, o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia, visitou a 5 de fevereiro a Pousada da Juventude de Alfeizerão e pôde testemunhar as suas boas condições de manutenção e gestão.

Movimento Viver o Concelho divulga atividades para este ano

A Associação Movimento Viver o Concelho (MVC), das Caldas da Rainha, divulgou o plano de atividades para 2024, anunciando que tem a sua equipa reforçada, novos projetos e “muita vontade de continuar a fazer um bom trabalho na comunidade”, manifestou Teresa Serrenho, responsável desta instituição.