emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Três novos lotes para construção no parque tecnológico

Decorre no dia 28 de junho uma nova hasta pública para venda de três novos lotes para construção no Óbidos Parque - Parque Tecnológico de Óbidos.

Esta é a terceira hasta pública realizada nos últimos dois anos. Nas duas hastas públicas anteriores, realizadas em julho e outubro de 2019, foram vendidos oito lotes de terreno para construção, adquiridos, na sua maioria, por empresas com escritórios nos edifícios centrais.

Esta operação imobiliária faz parte da estratégia global de expansão do Óbidos Parque, atualmente com uma comunidade composta por cerca de 40 empresas em regime físico e cerca de 25 em regime virtual, das áreas do software (com soluções para as áreas da agricultura, saúde, logística, educação) e do hardware, mas também das áreas de web design, design, Marketing Digital, Contabilidade, apoio jurídico, apoio ao negócio, entre outras, envolvendo cerca de 200 colaboradores.

Revela que, “mesmo em tempos de grande incerteza, quer o município de Óbidos, quer o Óbidos Parque mantêm a capacidade de atração de novas empresas e de investimento, continuando a contribuir para o fortalecimento de um ecossistema e de uma economia local de base digital, criativa e tecnológica”.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.