emissão em direto

Utentes fazem manifestação para reclamar contra falta de médicos

Inaugurada em julho de 2019 pelo Primeiro-Ministro António Costa, celebrando os 40 anos do Serviço Nacional de Saúde, a Unidade de Saúde Familiar do Bombarral constituída por sete médicos e sete enfermeiros está agora quase reduzida ao mínimo e ao verem a cada dia que passa as condições a piorarem algumas dezenas de utentes reuniram-se no passado sábado à entrada do estabelecimento de saúde para protestarem.

Inaugurada em julho de 2019 pelo Primeiro-Ministro António Costa, celebrando os 40 anos do Serviço Nacional de Saúde, a Unidade de Saúde Familiar do Bombarral constituída por sete médicos e sete enfermeiros está agora quase reduzida ao mínimo e ao verem a cada dia que passa as condições a piorarem algumas dezenas de utentes reuniram-se no passado sábado à entrada do estabelecimento de saúde para protestarem.

A concentração, promovida pela Comissão de Utentes do Centro de Saúde do Bombarral, foi aproveitada para lançar uma petição pública pela melhoria dos cuidados de saúde no concelho e que se espera reúna as 2500 assinaturas suficientes para o assunto ser debatido na Assembleia da República.

“Estamos a exigir mais médicos e enfermeiros porque a população não tem acesso às consultas nem à prestação de cuidados básicos”, declarou Rute Azevedo, da comissão, apontando que “existem dois médicos afetos ao centro de saúde que não podem dar resposta aos mais de doze mil utentes do concelho”, o que faz com que haja milhares de pessoas sem médico de família, como é o caso de António Soares, que está “há três anos nesta situação”.

A saída de médicos, por pedidos de mobilidade, teve como consequência imediata o aumento do número de utentes sem médico de família e o preenchimento dos horários em falta não acontece porque os profissionais “não consideram as condições encontradas atrativas para aqui se fixarem, devido à excessiva carga horária por causa das equipas reduzidas, e à falta de materiais e meios de diagnóstico para dar resposta às necessidades dos utentes”, apontou a comissão, que contou com o apoio do presidente da Câmara do Bombarral, Ricardo Fernandes, que disse que “os pedidos de mobilidade dos médicos são legítimos mas tem de se precaver a sua substituição antes de se permitir”.

Após vários meses de contestação dos utentes, por dificuldades em marcar consultas, a marcação de consultas (exceto agudas) passou a ser através de serviço telefónico, o que os utentes dizem ser “uma dificuldade acrescida”.

Por outro lado, a tentativa de colmatar a falta de profissionais com médicos tarefeiros, a recibos verdes, “não resolve o problema de fundo e cria uma enorme instabilidade e rotatividade nos profissionais e nos utentes”.

Últimas Notícias

MDM quer combate à violência contra as mulheres 

O Movimento Democrático de Mulheres (MDM) assinalou a 25 de Novembro o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, tendo realizado um jantar-debate na sede do Clube Recreativo Delgadense, na Delgada, no Bombarral e, na véspera, a distribuição de informação no Agrupamento de Escolas Fernão Pó, na vila.

Governador rotário visita clube local

O Rotary Club das Caldas da Rainha recebeu o Governador do Distrito 1960, Vitor Cordeiro, para uma visita de trabalho, no passado dia 14, numa deslocação que teve o seu início na rotunda Rotary (junto ao Continente), onde se fez uma fotografia de grupo junto ao marco rotário.

Água distinguida pela qualidade

A Câmara Municipal do Cadaval voltou a ser contemplada com o “Selo de qualidade exemplar da água para consumo humano” no âmbito da 17.ª Expo Conferência da Água, realizada em Lisboa, no passado dia 22. A autarquia recebe assim, mais uma vez, a distinção que enaltece a qualidade da sua água. A atribuição deste galardão […]

Frederico Silva novamente finalista no Japão 

Chegou ao fim a digressão asiática do atleta caldense Frederico Silva e no quarto e último torneio disputado na cidade japonesa de Yokkaichi, o jogador do Clube de Ténis das Caldas da Rainha voltou a atingir a final do torneio de categoria 80 do ATP Challenger Tour.