emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Vítor Diniz e Rui Vogado asseguram Comissão de Utentes do CHO

Os caldenses Vítor Diniz e Rui Vogado vão assumir a continuação da Comissão Cívica de Utentes do Centro Hospitalar do Oeste (CHO).

Em maio, a maior parte dos elementos, na impossibilidade de darem continuidade às causas que a comissão defende, decidiu colocar o seu lugar à disposição, para que outras pessoas pudessem fazê-lo.

Estabeleceu-se o prazo de trinta dias para que novas pessoas se chegassem à frente. Segundo o porta-voz da comissão, Vítor Diniz, no decurso desse prazo, “muitas foram as pessoas que, das mais diversas formas, a nós se dirigiram, por um lado tristes e preocupadas com a extinção iminente da comissão e, por outro lado, por reconheceram o quão importante é a sua continuação”.

Até agora “não surgiram quaisquer outras pessoas que se disponibilizassem e se propusessem dar continuidade”, contou.

Vítor Diniz e Rui Vogado entendem que a Comissão Cívica de Utentes do CHO “desempenhou, até hoje, um papel de intervenção cívica e de cidadania importantes, e tendo em conta os pedidos de muitas pessoas para que não deixemos de dar continuidade ao trabalho que temos prosseguido, sentimo-nos obrigados a assumir a continuação da mesma, apelando, mais uma vez, às pessoas que comungam dos valores que temos defendido, para se juntarem a nós”.

“Só teremos autoridade para criticar o que não se faz ou se faz mal, se nos dispusermos a dar o nosso contributo de cidadania ativa na solução dos problemas sociais”, apontaram.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.