emissão em direto

CCC com nova imagem e programação

Já é conhecida a programação do Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha – CCC para os meses de maio a agosto deste ano. Numa ocasião em que esta estrutura aparece com uma nova imagem, o diretor, Mário Branquinho, deu a conhecer as linhas orientadoras de programação para os próximos meses, numa alusão a “pontes para o futuro”, ao encontro dos públicos.

Já é conhecida a programação do Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha – CCC para os meses de maio a agosto deste ano. Numa ocasião em que esta estrutura aparece com uma nova imagem, o diretor, Mário Branquinho, deu a conhecer as linhas orientadoras de programação para os próximos meses, numa alusão a “pontes para o futuro”, ao encontro dos públicos.

“Aos poucos, o CCC pretende reforçar o compromisso com as pessoas no propósito do cumprimento da sua missão, enquanto estrutura de referência e lugar de encontros felizes”, disse o responsável, que pretende que o CCC seja de “todos” a partir de uma ligação mais próxima à cidade e aos agentes culturais, para que todos se sintam membros do centro cultural.

Assinalando o 15º aniversário a 15 de maio, segundo o diretor o CCC alarga os seus horizontes, em estreita articulação com o Município, proporcionando uma programação de qualidade, abrangente, inclusiva e diversificada.

“Passo a passo, são apresentadas novas linhas de programação, onde cabem grandes e pequenos projetos e temáticas ajustadas aos novos tempos, nas várias áreas artísticas”, contou.

Valorizando o conhecimento, reforça uma estratégia que vai de encontro ao espírito que norteia a Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP), onde o CCC está integrado e para a qual prepara uma candidatura de “apoio financeiro à programação, no âmbito da Direção-Geral das Artes. E nesse sentido, destaca-se a realização do encontro de artistas e programadores de todo o país, organizado por esta Direção-Geral, no dia 11 de maio, precisamente no CCC”.

À medida que se vai potenciando a capacidade criativa da cidade, para que não seja uma estrutura apenas de acolhimentos, surge, de acordo com Mário Branquinho, uma grande aposta no “serviço educativo e mediação de públicos ao longo destes quatro meses, assim como vários espetáculos no chamado “CCC fora de portas”, assim como desafios para residências e projetos de criação artística”.

No cinema destacam-se quatro filmes, que contarão com a presença dos respetivos realizadores, Amadeo, de Vicente Alves do Ó, Morada, da caldense Eva Ângelo, Sombras Brancas, de Fernando Vendrell, e Águas do Pastaza, da realizadora caldense Inês T. Alves.

A programação contempla, no âmbito da Odisseia do Teatro Nacional D. Maria II, a Exposição “Quem és tu?” e o espetáculo de teatro “Casa Portuguesa”, de Pedro Penim.

Na área da música o realce vai para nomes sonantes como a Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Gulbenkian, Dino D’Santiago, Álvaro Cortez, Rogério Charraz, Miguel Gizzas, The Lucky Duckies e Gerardo Rodrigues. Lugar ainda para os emergentes Trypas Corassão, Hetta, The Rite of Trio, Golden Slumbers, Bala Desejo e Lalalar, enquadrados no festival Impulso.

O Festival Internacional de Piano do Oeste também marca presença na agenda com o pianista Josep Colom, que acompanhará a Metropolitana, o pianista Paulo Oliveira e os jovens laureados do festival.

A Companhia Nacional de Bailado, com o projeto de grande escala – Symphony of Sorrow / Cantata, também integra a programação do CCC.

A agenda pode ser consultada através do link https://ccc.com.pt/images/images2/agenda-CCC/revista_2023-02.pdf

Encontro nacional da Segurança Social no CCC

Entretanto. No dia 8 decorrerá no grande auditório o encontro nacional da Segurança Social, com a presença da ministra Ana Mendes Godinho e agentes sociais de todo o país.

Últimas Notícias

Inaugurado na Usseira o Óbidos Off-Road Center

Foi inaugurada no passado sábado a primeira fase do Óbidos Off-Road Center, um projeto museológico na área dos veículos de todo-o-terreno “vintage”, localizado na Usseira, que terá também uma componente pedagógica.

Reunião de emergência sobre a Lagoa de Óbidos

As câmaras municipais das Caldas da Rainha e de Óbidos querem criar um grupo de trabalho para estudar hipóteses de viabilidade de regularização definitiva da ligação da “aberta”.