emissão em direto

Colisão entre dois barcos de pesca obriga ao resgaste de sete tripulantes

Duas embarcações de pesca que tinham saído do porto da Nazaré colidiram na madrugada desta quinta-feira, tendo uma delas afundado, mas de acordo com a Marinha, os sete tripulantes não sofreram ferimentos e foram resgatados.

Duas embarcações de pesca que tinham saído do porto da Nazaré colidiram na madrugada desta quinta-feira, tendo uma delas afundado, mas de acordo com a Marinha, os sete tripulantes não sofreram ferimentos e foram resgatados.

A colisão entre os barcos “Falcão Peregrino” e “Divino Espírito Santo” verificou-se pelas 05h49 a quatro milhas náuticas (aproximadamente sete quilómetros) a oeste do Farol do Penedo da Saudade, em São Pedro de Moel, no concelho da Marinha Grande, na área sob jurisdição da capitania do porto da Nazaré. ​Na sequência do alerta recebido através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, foram de imediato ativados para o local tripulantes da Estação Salva-vidas da Nazaré.

Da colisão resultou a entrada de água no “Falcão Peregrino”, tendo os tripulantes sido resgatados e transportados para o porto da Nazaré pelo meio marítimo da Estação Salva-vidas e pela outra embarcação de pesca, revelou a Autoridade Marítima Nacional, indicando que “todos os tripulantes se encontravam bem fisicamente, não tendo sido necessário prestar assistência médica”.

A Marinha referiu que houve “uma considerável entrada de água” no barco, “com risco de afundamento, tendo havido a necessidade da passagem dos tripulantes dessa embarcação”.

O barco “acabou por afundar”, relatou a Autoridade Marítima Nacional, esclarecendo que “foram recolhidos todos os destroços que constituíam perigo para a navegação”.

O Comando-local da Polícia Marítima da Nazaré tomou conta da ocorrência, tendo sido instaurado um processo de sinistro marítimo para se apurar as causas do acidente.

O “Falcão Peregrino”, com 14,65 metros de comprimento e casco de madeira, tinha saído do porto da Nazaré às 20h20 do dia 24 e previa-se que regressasse ao final da manhã do dia seguinte. O “Divino Espírito Santo”, com 15 metros de comprimento, partiu do porto da Nazaré às 03h18 de 25 de janeiro, segundo o servidor de análise de navegação marítima MarineTraffic.

Últimas Notícias

Preço médio da venda de casas nas Caldas aumentou 25.000€ em janeiro

O portal imobiliário Imovirtual divulgou nesta segunda-feira o seu barómetro relativo à evolução dos preços médios anunciados de arrendamento e venda no distrito de Leiria, fazendo uma comparação entre janeiro com o mês de dezembro. Nas Caldas da Rainha vender ficou mais caro, passando dos 300.000€ para os 325.000€ e arrendar ficou ligeiramente mais barato, passando de 950€ para 900€.

“Hawai de Alfeizerão” é investimento em campismo com charme

O conceito de acampar com elegância e charme vai ser explorado em breve em Alfeizerão, com a criação de um Parque de Glamping, Eco Resort e Parque de Autocaravanas intitulado “Hawai de Alfeizerão”, em construção no Casal da Ponte, num investimento que rondará entre 150 a 200 mil euros da Junta de Freguesia, com o apoio da Câmara Municipal de Alcobaça.

Secretário de Estado visitou Pousada da Juventude de Alfeizerão

No âmbito da iniciativa “ANDA (Conhecer Portugal)”, o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia, visitou a 5 de fevereiro a Pousada da Juventude de Alfeizerão e pôde testemunhar as suas boas condições de manutenção e gestão.

Movimento Viver o Concelho divulga atividades para este ano

A Associação Movimento Viver o Concelho (MVC), das Caldas da Rainha, divulgou o plano de atividades para 2024, anunciando que tem a sua equipa reforçada, novos projetos e “muita vontade de continuar a fazer um bom trabalho na comunidade”, manifestou Teresa Serrenho, responsável desta instituição.