emissão em direto

EHTO recebeu a “Final Nacional Eco-Cozinheiros”

A Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste foi palco pela primeira vez, na passada quinta-feira, da “Final Nacional Eco-Cozinheiros”, na categoria Ensino Profissional, reunindo equipas de quatro alunos de nove escolas de diversos pontos do país com cursos da área de restauração, que tiveram de confecionar ao vivo “eco-ementas”.

A Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste foi palco pela primeira vez, na passada quinta-feira, da “Final Nacional Eco-Cozinheiros”, na categoria Ensino Profissional, reunindo equipas de quatro alunos de nove escolas de diversos pontos do país com cursos da área de restauração, que tiveram de confecionar ao vivo “eco-ementas”.

Esta atividade, que se inseriu no âmbito do projeto Alimentação Saudável e Sustentável, promovido pelo Programa Eco-Escolas da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), tem como objetivo “um conjunto de desafios que pretende motivar os jovens, professores e famílias para um maior conhecimento acerca das questões que se relacionam com a alimentação saudável e sustentável, por forma a que estes se tornem recetivos à introdução de mudanças de hábitos no dia-a-dia”, explicou o diretor da escola anfitriã, Daniel Pinto, que pelo oitavo ano consecutivo é parceira neste projeto.
Na iniciativa participaram cerca de 40 alunos de nove escolas finalistas do projeto, no qual as equipas compostas por quatro alunos vindos de diversos pontos do país tiveram de cozinhar, ao vivo, e de apresentar as suas “eco-ementas” ao júri, que avaliou a sustentabilidade, a criatividade e a qualidade nutricional das mesmas. Todas as ementas que foram apresentadas consistiram numa refeição completa, composta por sopa, prato principal, sobremesa e bebida. Os ingredientes utilizados deveriam estar em consonância com as estações primavera/verão.
A par disso, as “eco-ementas” tinham como obrigatoriedade a apresentação de propostas com base na dieta mediterrânica peixe e ainda serem exequíveis, numa cantina e restaurantes pedagógicos das escolas. Das nove equipas que participaram no concurso, apenas cinco foram distinguidas na final, tendo a Escola Secundária Dra. Laura Ayres, sido a grande vencedora desta edição.
Além dos prémios, também foram atribuídas duas menções honrosas à Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra e à Escola Profissional Infante D. Henrique.
Para entidade responsável pela atividade, “os alunos estiveram todos de parabéns pelo resultado extraordinário alcançado, demonstrando desta forma o seu talento, dedicação e sensibilidade para a realização de uma alimentação cada vez mais saudável”.
Para Daniel Pinto foi “um momento de energia positiva para toda a comunidade educativa, alunos, professores e técnicos, transmitindo uma ideia de ecologia, respeito pela natureza, alimentação saudável e sustentável”.

Últimas Notícias

SC Braga e AD Pastéis campeões de futebol de praia na Nazaré

O SC Braga é campeão nacional de futebol de praia pela 8ª vez na sua história, ao vencer na tarde deste domingo a Casa do Benfica de Loures por 3-2, na final da competição de elite masculina, que se jogou no Estádio do Viveiro – Jordan Santos, na Nazaré.

Carolina Santos vence primeira final no circuito nacional de surf

Carolina Santos, atleta de Caldas da Rainha, estreou-se a vencer em provas a contar para o circuito nacional feminino de surf e é a nova Miss Prio Cup, após bater Camilla Kemp, campeã nacional de surf em 2018, numa final bastante renhida e de excelente nível, na Costa Nova, em Ílhavo, na passada sexta-feira.

Suspeitos de furtos de metais não preciosos

A GNR do Cadaval e o Núcleo de Investigação Criminal de Alenquer da GNR detiveram dois homens, de 33 e 47 anos, no dia 2 de agosto, na sequência de uma investigação por furtos de metais não preciosos. Foi dado cumprimento a quatro mandados de busca, duas domiciliárias, uma em viatura e uma numa garagem, […]