emissão em direto

Estágio e graduação de Karaté Shotokan levam 150 atletas ao Cadaval

Nos dias 3 e 4 de fevereiro cerca de 150 atletas estiveram no pavilhão Gimnodesportivo Municipal do Cadaval para a realização do primeiro estágio técnico e graduações de 2024 da ANKP – Associação Nacional de Karaté Portugal.

Nos dias 3 e 4 de fevereiro cerca de 150 atletas estiveram no pavilhão Gimnodesportivo Municipal do Cadaval para a realização do primeiro estágio técnico e graduações de 2024 da ANKP – Associação Nacional de Karaté Portugal.

O estágio técnico decorreu no sábado, dividido entre karatecas infantis e adultos, onde foram abordadas questões técnicas de base, e treino de kion e kata. No domingo decorreram as graduações de passagem de cintos dos atletas que se propuseram a exame.

Este estágio da ANKP foi organizado pela Academia de Karaté de São Salvador e Espinheira, representados pelos seus instrutores Rui e Ana Sousa, com o apoio do Município do Cadaval.

Em representação da Câmara esteve o vereador Dinis Duarte, que frisou a importância destes eventos e da prática de exercício físico em Portugal, indicando que o Município estará sempre pronto a ajudar este tipo de iniciativas. Congratulou a ANKP por estas iniciativas e a Academia de Karaté de São Salvador e Espinheira pelo desenvolvimento do desporto no concelho.

O presidente da ANKP, João Heitor, agradeceu à organização, Município e a todos os dojos da associação, frisando a importância dos pais em dedicarem o seu tempo para que os seus filhos possam ter uma atividade física para complementar o seu crescimento.

Estiveram presentes neste evento com os seus atletas o dojo Clube de Karaté Vale da Pinta, Clube de Karaté de Aveiras de Cima, Núcleo de Karaté do Oeste – Alenquer, Academia de Karaté de São Salvador e Espinheira, e Clube de Karaté de Manique do Intendente.

Últimas Notícias

GNR desmantela rede de tráfico de droga nas Caldas

Um homem de 32 anos ficou em prisão preventiva e outros três e uma mulher, com idades entre 23 e 39 anos, obrigados a apresentações periódicas às autoridades policiais, enquanto decorre o processo nas instâncias judiciais que motivou a sua detenção pelo núcleo de investigação criminal do destacamento territorial da GNR das Caldas da Rainha, relacionado com tráfico de estupefacientes numa residência na cidade nas proximidades de escolas.

“Palestina Livre” juntou dezenas de caldenses

Dezenas de pessoas participaram numa vigília pela situação que se vive na Palestina, ao princípio da noite de 3 de fevereiro, depois de se terem reunido na Casa dos Barcos, no Parque D. Carlos I, para discutir o tema.