emissão em direto

Graffiti assinala Caldas da Rainha como capital do Lego

A organização da exposição “Caldas Fan Event” deu mais um passo na sua missão de tornar Caldas da Rainha a capital das construções Lego, com a inauguração de um graffiti, na Praça 5 de Outubro, onde aparece a figura do Zé Povinho representada naquele imaginário.

A organização da exposição “Caldas Fan Event” deu mais um passo na sua missão de tornar Caldas da Rainha a capital das construções Lego, com a inauguração de um graffiti, na Praça 5 de Outubro, onde aparece a figura do Zé Povinho representada naquele imaginário.

Da autoria de Miguel Anselmo Ribeiro, o graffiti foi inaugurado a 20 de novembro, com a presença do artista, do presidente da Câmara das Caldas da Rainha, Vitor Marques, e da mentora do “Caldas Fan Event”, Dina Santos.

“Este grafitti é dedicado a todos os construtores Lego do Caldas Fan Event”, salientou Dina Santos na cerimónia.

A inauguração assinalou o encerramento da edição de 2024 do evento, que decorreu na Expoeste de 24 de outubro a 5 de novembro. Segundo a organização, esta continua a ser a maior mostra de construções Lego da Península Ibérica e é um evento que atrai milhares de pessoas, oriundas da região Oeste e não só.

Tendo em conta a dimensão e o sucesso que estas iniciativas têm tido, desde 2015 Dina Santos lançou o desafio à Câmara das Caldas de tornar esta cidade a capital das construções Lego. Vitor Marques manifestou-se disposto a apoiar esta ideia, assim como a criação de uma academia Lego nas Caldas.

Dina Santos, que é professora em Salvaterra de Magos, convidou Miguel Anselmo Ribeiro, que foi seu aluno, para assinalar este sonho numa parede na Praça 5 de Outubro. A localização foi sugerida pela autarquia, tendo em conta a concentração de jovens naquela zona.

O desenho do Zé Povinho foi feito por Miguel Ferreira, ex-aluno da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, a partir do boneco em Lego da autoria do construtor caldense Nuno Caravaca.

Miguel Anselmo Ribeiro adaptou depois esse desenho para as dimensões de um mural e deu-lhe o seu toque pessoal, nomeadamente com o efeito da página rasgada que faz sempre nas suas pinturas.

Esta não foi a primeira vez que o artista esteve nas Caldas e deixou a sua marca, mas foi com muito agrado que desta vez pôde fazer um mural desta dimensão. Um orgulho com mais significado para Miguel Anselmo Ribeiro por ser numa cidade com uma componente artística tão forte.

Neste dia foi ainda anunciado que a próxima exposição irá decorrer, novamente na Expoeste, entre 25 de outubro e 2 de novembro de 2025.

Últimas Notícias

“Palestina Livre” juntou dezenas de caldenses

Dezenas de pessoas participaram numa vigília pela situação que se vive na Palestina, ao princípio da noite de 3 de fevereiro, depois de se terem reunido na Casa dos Barcos, no Parque D. Carlos I, para discutir o tema.

Preço médio da venda de casas nas Caldas aumentou 25.000€ em janeiro

O portal imobiliário Imovirtual divulgou nesta segunda-feira o seu barómetro relativo à evolução dos preços médios anunciados de arrendamento e venda no distrito de Leiria, fazendo uma comparação entre janeiro com o mês de dezembro. Nas Caldas da Rainha vender ficou mais caro, passando dos 300.000€ para os 325.000€ e arrendar ficou ligeiramente mais barato, passando de 950€ para 900€.