emissão em direto

Lago do Parque D. Carlos I deverá voltar a encher para a próxima semana

Começam na próxima semana os trabalhos de recolha das lamas do lago do Parque D. Carlos I, após os quais será feita a lavagem do recinto e terá início o processo de enchimento com água da nascente da Mata Rainha D. Leonor.

Começam na próxima semana os trabalhos de recolha das lamas do lago do Parque D. Carlos I, após os quais será feita a lavagem do recinto e terá início o processo de enchimento com água da nascente da Mata Rainha D. Leonor.

Este ano a União de Freguesias de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório decidiu mandar analisar as lamas que são retidas no lago. Habitualmente é necessário pagar a uma empresa especializada para a sua retirada, o que implica um custo de cerca de 20 mil euros.

“Quisemos ver se era possível poupar esse dinheiro ao erário público e se as lamas poderiam ser retiradas por nós”, explicou Pedro Brás.

As análises acabaram por comprovar que os detritos “são dejetos animais e que não são contaminantes”, mas mesmo assim este ano ainda tiveram de contratar uma empresa para a sua retirada.

O processo de análise fez com que todo o processo fosse mais demorado, o que motivou alguns protestos.

“Como esvaziámos mais cedo e houve este atraso, é normal que as pessoas tivessem notado uma diferença”, comentou Pedro Brás.

Em relação às espécies que normalmente estão no lago, o presidente da união de freguesias garantiu que estão devidamente protegidas.

Após uma queixa, o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR esteve no local, tendo apurado que os animais não estavam em stress e que na ilha do lago tinham acesso a água. Os peixes estão em reservatórios, com oxigenação da água, na zona das estufas.

Últimas Notícias

Bombeiros não querem ser associados a elemento participante em “reality show”

Os Bombeiros Voluntários do Bombarral emitiram um comunicado, assinado pelo comandante, Pedro Lourenço, e pelo presidente da associação humanitária, Vítor Garcia, em que repudiam ser associados a atitudes por parte de um dos seus elementos, Tiago Rodrigues, que esteve a participar no programa “Era uma vez na Quinta”, transmitido na SIC.