emissão em direto

Montepio Rainha D. Leonor abriu Sala Snoezelen

Foi inaugurada na passada segunda-feira a Sala Snoezelen do Montepio Rainha Dona Leonor, instalada no edifício do Centro de Apoio a Idosos “Dr. Ernesto Moreira”, nas Caldas da Rainha, com a coordenação técnica em permanência de Cátia Cabaceira Pereira.

Foi inaugurada na passada segunda-feira a Sala Snoezelen do Montepio Rainha Dona Leonor, instalada no edifício do Centro de Apoio a Idosos “Dr. Ernesto Moreira”, nas Caldas da Rainha, com a coordenação técnica em permanência de Cátia Cabaceira Pereira.

A sala multisensorial tem como objetivo a estimulação sensorial, contribuindo para diminuição dos níveis de ansiedade e de tensão.

“É um ambiente seguro, promotor do autocontrolo, da autonomia e da descoberta”, explicou Cátia Cabaceira Pereira.

Esta será a maior sala Snoezelen da região, com capacidade para até oito pessoas e que tem sempre disponível a presença de uma técnica especializada, ao contrário do que acontece noutras instalações do género.

As ferramentas disponíveis na sala, que tem isolamento acústico e temperatura regulada, permitem interagir com luzes, cores, sons e outros elementos que trabalham também o olfato e o tato.

“A partir do relaxamento trabalhamos a cognição, a concentração, a tensão e tudo o que o utente necessitar por ter alguma deficiência nessa área ou meramente por querer usufruir destas sessões”, referiu a especialista.

Portanto, para utilizar esta sala não é preciso nenhum diagnóstico que indique alguma condição que necessite desta terapêutica.

Cátia Cabaceira Pereira desafia as escolas e jardins de infância a levarem os seus alunos para experimentarem. “Do ponto de vista sensorial, aqui são suscitados reações e estímulos que não temos no nosso dia a dia”, adiantou.

Há um ano, a especialista contatou a administração do Montepio Rainha D. Leonor e propôs a abertura desta infraestrutura, não só para ser usufruída pelos seus utentes, mas também por toda a comunidade.

Aceite o desafio, o Montepio transformou uma antiga sala de arquivo no Sala Snoezelen e investiu cerca de 22 mil euros na sua adaptação, para além da aquisição dos equipamentos necessários.

“Esta era uma lacuna que existia no concelho das Caldas”, disse Cátia Cabaceira Pereira, que foi professora do 1º Ciclo. Depois de ter feito o mestrado em Educação Especial, especializou-se nesta área e certificou-se em terapia Snoezelen.

Atualmente, é também coordenadora de equipas multidisciplinares em Lisboa.

Últimas Notícias

EB de St.º Onofre convida população a participar numa Flash Mob

No âmbito das comemorações dos 30 anos da EB de St.º Onofre do Agrupamento de Escolas Raul Proença, vai ser realizada uma iniciativa de mobilização pela turma H do 5.º ano, no âmbito de um projeto interdisciplinar envolvendo as disciplinas de Cidadania e Desenvolvimento, Inglês, Educação Musical e Educação Física.

Bombeiros não querem ser associados a elemento participante em “reality show”

Os Bombeiros Voluntários do Bombarral emitiram um comunicado, assinado pelo comandante, Pedro Lourenço, e pelo presidente da associação humanitária, Vítor Garcia, em que repudiam ser associados a atitudes por parte de um dos seus elementos, Tiago Rodrigues, que esteve a participar no programa “Era uma vez na Quinta”, transmitido na SIC.