emissão em direto

“Palestina Livre” juntou dezenas de caldenses

Dezenas de pessoas participaram numa vigília pela situação que se vive na Palestina, ao princípio da noite de 3 de fevereiro, depois de se terem reunido na Casa dos Barcos, no Parque D. Carlos I, para discutir o tema.

Dezenas de pessoas participaram numa vigília pela situação que se vive na Palestina, ao princípio da noite de 3 de fevereiro, depois de se terem reunido na Casa dos Barcos, no Parque D. Carlos I, para discutir o tema.

A tarde começou com a projeção do documentário “5 broken Cameras”, crónica de um agricultor palestiniano sobre a sua resistência não violenta às ações do exército israelita.

O filme conta a história de Emad Burnat, um agricultor palestino que vive em Bil’in (Cisjordânia) e que comprou uma câmara em 2005 para acompanhar o crescimento de seu filho Gibreel. É nessa altura que o exército israelita constrói uma barreira entre Bil’in e um colonato judaico. As gravações da família passam a documentar os protestos dos moradores da região palestina contra o bloqueio. O título é relativo às cinco câmaras que foram destruídas pelos israelitas.

No final do documentário, e com algumas lágrimas, foi debatida a situação que se vive atualmente naquele território.

Filipa Silva, da organização, explicou que quis trazer para as Caldas da Rainha uma ação como as que tem participado noutros locais do país.

Foi também divulgado o guia do movimento “Boicote, Desinvestimento e Sanções” (bdsmovement.net/pt), onde estão as marcas, artistas e outras entidades em que é feito o apelo de boicote por apoiarem Israel.

O evento, dedicado ao tema Palestina Livre, foi promovido por quatro coletivos das Caldas da Rainha (Caldas Regenera, Casa da Mãe Joana, CoopCASA e Cineclube de Caldas da Rainha).

Últimas Notícias

EB de St.º Onofre convida população a participar numa Flash Mob

No âmbito das comemorações dos 30 anos da EB de St.º Onofre do Agrupamento de Escolas Raul Proença, vai ser realizada uma iniciativa de mobilização pela turma H do 5.º ano, no âmbito de um projeto interdisciplinar envolvendo as disciplinas de Cidadania e Desenvolvimento, Inglês, Educação Musical e Educação Física.

Bombeiros não querem ser associados a elemento participante em “reality show”

Os Bombeiros Voluntários do Bombarral emitiram um comunicado, assinado pelo comandante, Pedro Lourenço, e pelo presidente da associação humanitária, Vítor Garcia, em que repudiam ser associados a atitudes por parte de um dos seus elementos, Tiago Rodrigues, que esteve a participar no programa “Era uma vez na Quinta”, transmitido na SIC.