RiSa Dance School apresentou “Super Trouper” em homenagem aos ABBA

A RiSa Dance School apresentou no passado dia 1, no grande auditório do CCC - Centro Cultural e Congressos de Caldas da Rainha, o “Super Trouper”, um espetáculo em homenagem à banda ABBA. "Super Trouper" transportou a plateia que encheu o auditório para um “universo onde os sucessos atemporais dos ABBA ganharam vida através de coreografias cativantes e performances cheias de energia”.

O espetáculo de dança juntou cerca uma centena de alunos e convidados, proporcionando momentos de dança de qualidade que cativaram a audiência.

Desde os acordes iniciais de “Dancing Queen” até aos momentos mais emocionantes de “Mamma Mia”, cada passo de dança foi uma homenagem à genialidade musical, que continua a encantar gerações.

risa 4
Ricardo Marques e Sandra Silva, responsáveis e professores da RiSa Dance School
 

Em declarações ao JORNAL DAS CALDAS, Ricardo Marques e Sandra Silva, responsáveis, diretores e professores da RiSa Dance School, disseram que todos os anos realizam um espetáculo final para mostrar o que fazem na escola de dança com sede nas Caldas da Rainha. Como este ano não iriam conseguir fazer a representação no final do ano letivo, porque “apanha o pico das competições”, decidiram realizar a sessão em fevereiro, “altura que o CCC também tinha disponibilidade”.

Para estes responsáveis foi uma noite inesquecível, onde se celebrou “não apenas a música intemporal dos ABBA, mas também a alegria e a nostalgia que ela evoca”.

A RiSa Dance School, com sede na Rua dos Casais da Ribeira (junto à ETEO), tem cerca de 80 alunos, que mostraram no espetáculo as várias modalidades que praticam, como Lady Style, Danças de Salão, Salsa, Bachata, Turma de RiSa Pop, entre outras.

Há também uma turma de estrangeiros que têm aulas de Dança de Salão em inglês. A Academia tem ainda uma turma de competição na modalidade de Dança de Salão Competitiva. Existe igualmente a turma de RISa pop e aulas de pilates. Têm classes de crianças até aos seniores.

O espetáculo contou com a presença de um convidado especial, a Mooves Dance Studio, que foi mais “uma adição de peso a esta celebração vibrante da magia musical que continua a nos unir e inspirar”.

Foi notória a união de todos que subiram ao palco para dançar. “Além da técnica nós tentamos também desenvolver a vertente humana, onde conseguimos criar uma ligação entre os professores e os dançarinos”, contaram Ricardo Marques e Sandra Silva.

A RiSa Dance School iniciou o projeto em 2020, o ano da pandemia. Em balanço do percurso de quatro anos, Ricardo Marques e Sandra Silva reconheceram “a dificuldade devido à Covid-19”, em que “abrimos e tivemos que fechar”. “Depois foi tentar sobreviver. Neste momento temos bem o que nos enche de orgulho”, salientaram.

Apesar das dificuldades e desafios inerentes à profissão, os responsáveis dizem que “o esforço compensa”, sobretudo no momento das atuações, que os deixam de “coração cheio” e com a sensação de “dever cumprido”.

É nas funções de professores e coreógrafos que cumprem a missão de “ensinar”, mas uma das grandes preocupações é terem ao seu lado “crianças, jovens e adultos felizes”. 

Esta Academia de Dança tem uma parceria com o Centro de Juventude das Caldas.

A forma mais fácil de contactar a RiSa Dance School é nas redes sociais.

risa 2
O espetáculo de dança animou a plateia
risa 5
“Super Trouper” juntou cerca uma centena de alunos e convidados  

Últimas Notícias

“Palestina Livre” juntou dezenas de caldenses

Dezenas de pessoas participaram numa vigília pela situação que se vive na Palestina, ao princípio da noite de 3 de fevereiro, depois de se terem reunido na Casa dos Barcos, no Parque D. Carlos I, para discutir o tema.

Preço médio da venda de casas nas Caldas aumentou 25.000€ em janeiro

O portal imobiliário Imovirtual divulgou nesta segunda-feira o seu barómetro relativo à evolução dos preços médios anunciados de arrendamento e venda no distrito de Leiria, fazendo uma comparação entre janeiro com o mês de dezembro. Nas Caldas da Rainha vender ficou mais caro, passando dos 300.000€ para os 325.000€ e arrendar ficou ligeiramente mais barato, passando de 950€ para 900€.