emissão em direto

Suspeito de torturar a mulher ficou em prisão preventiva nas Caldas

Ficou em prisão preventiva na cadeia das Caldas da Rainha o homem suspeito de há dias violar, torturar e amputar um dedo à mulher, no concelho de Tomar. A medida foi decidida pelo Tribunal de Santarém, onde foi presente a primeiro interrogatório judicial.

Ficou em prisão preventiva na cadeia das Caldas da Rainha o homem suspeito de há dias violar, torturar e amputar um dedo à mulher, no concelho de Tomar. A medida foi decidida pelo Tribunal de Santarém, onde foi presente a primeiro interrogatório judicial.

Segundo apuraram as autoridades policiais, o casal, com um relacionamento de 18 anos e residente em Delongo, em Tomar, tinha ido passear até à albufeira da barragem de Castelo de Bode. H.P., de 44 anos, camionista, parou o veículo onde seguiam na EN110, na zona da Atalaia, e terá violado a mulher, de 42 anos, cabeleireira, dentro da viatura.

Regressaram a casa, onde no dia 18, depois de levarem a filha adolescente à escola, a mulher foi amarrada à cama e torturada. O homem cortou-lhe o dedo anelar com uma tesoura de poda, rapou-lhe o cabelo e as sobrancelhas e arrancou-lhe as pestanas, ato que terá sido motivado pelo divórcio que a mulher anunciara pretendia obter.

A vítima conseguiu pedir ajuda e foi auxiliada por familiares. Foi inicialmente assistida no hospital de Abrantes e devido aos ferimentos foi depois transferida para o Hospital de São José, em Lisboa, onde ficou internada para realizar uma cirurgia plástica reconstrutiva. A irmã, que a visitou, anunciou que ela já foi operada e está bem, e para tranquilizar familiares e amigos publicou uma fotografia em que mostra a vítima sorridente depois de ter ultrapassado as adversidades.

O marido fugiu, tendo sido mais tarde apanhado pela GNR de Tomar, que o entregou à Polícia Judiciária de Leiria. Já tinha sido condenado a pena suspensa por violência doméstica e obrigado a cumprir um programa de socialização.

Últimas Notícias

EB de St.º Onofre convida população a participar numa Flash Mob

No âmbito das comemorações dos 30 anos da EB de St.º Onofre do Agrupamento de Escolas Raul Proença, vai ser realizada uma iniciativa de mobilização pela turma H do 5.º ano, no âmbito de um projeto interdisciplinar envolvendo as disciplinas de Cidadania e Desenvolvimento, Inglês, Educação Musical e Educação Física.

Bombeiros não querem ser associados a elemento participante em “reality show”

Os Bombeiros Voluntários do Bombarral emitiram um comunicado, assinado pelo comandante, Pedro Lourenço, e pelo presidente da associação humanitária, Vítor Garcia, em que repudiam ser associados a atitudes por parte de um dos seus elementos, Tiago Rodrigues, que esteve a participar no programa “Era uma vez na Quinta”, transmitido na SIC.