emissão em direto

próximo programa

Ver programação completa

Muu!2

Yllana celebra 20 anos sem dizer uma palavra. Em 1991, um grupo de jovens entusiasmados levantou um projeto teatral que nem nos nossos melhores sonhos esperávamos chegar aqui.
Grande parte dessa culpa está em “Muu”, o primeiro show. “Muu” é uma sátira do mundo das touradas, do sentido da honra, do machismo, da coragem, da pátria, do feriado nacional…
E de todos aqueles valores sagrados e inquebráveis implícitos num rito que enfrenta, no séc. XXI, homem e animal à maneira do circo romano.

Vinte anos após a sua estreia, a polémica em torno das touradas é mais relevante hoje do que então.
No espetáculo já era possível vislumbrar, de forma embrionária, as marcas da companhia: a consciência da comédia, o senso de ritmo, o uso do som como mais um personagem, o seu estilo direto, a atitude hooligan na sua encenação, a composição dos personagens…

Em pouco tempo o show tornou-se um sucesso inesperado. Descobrimos com ele a universalidade do nosso humor. Algo que pensávamos tão local de repente encheu-nos de reconhecimento dentro e fora das nossas fronteiras.

Últimas Notícias

Equipa do Acrotramp vence Scalabis Cup

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de julho, a Scalabis Cup, competição Internacional de ginástica, no Pavilhão Desportivo Municipal de Santarém, reunindo cerca de 500 ginastas em representação de vários países. O Acrotramp Clube de Caldas esteve representado nesta competição com seis ginastas seniores de 1ª divisão e elite (três em duplo minitrampolim e três em tumbling).

Caldas da Rainha esteve em alerta mas DGS corrigiu números

A Direção-Geral da Saúde procedeu na passada segunda-feira a uma correção da incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes nas Caldas da Rainha, para o período de 24 de junho a 7 de julho, o que retirou o concelho do estado de alerta em que havia sido colocado indevidamente por resolução do Conselho de Ministros na quinta-feira anterior.

Intensificação da vacinação motiva filas nas Caldas

A intensificação da vacinação para dar resposta à variante Delta da Covid-19 tem causado em alguns períodos filas ao longo de mais de duas horas no exterior do Pavilhão da Mata, onde funciona o Centro da Vacinação, e apesar da dificuldade em dar escoamento ao aumento de utentes, os profissionais de saúde vão tentando gerir a situação após os primeiros dias em que a capacidade de resposta foi insuficiente