emissão em direto

Exposição sobre “espécie invasora” no mar

‘Plasticus maritimus, uma espécie invasora’ é o nome escolhido para a exposição de Ana Pêgo, bióloga marinha, que abre aopúblico no dia 30 de março, pelas 16h, na Sala Berlengas da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), ondepoderá ser vista até 2 de junho. A exposição, que pretende sensibilizar os visitantes para […]

‘Plasticus maritimus, uma espécie invasora’ é o nome escolhido para a exposição de Ana Pêgo, bióloga marinha, que abre ao
público no dia 30 de março, pelas 16h, na Sala Berlengas da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), onde
poderá ser vista até 2 de junho.

A exposição, que pretende sensibilizar os visitantes para a problemática dos plásticos deixados nas praias e para a ameaça
que representam para a humanidade, arranca a sua programação com uma aula aberta a toda a comunidade no dia 29 de
março das 11h00 às 12h00, com a autora, no auditório da ESTM e integra a programação do I Festival de Reservas da Biosfera
da UNESCO.

Na descrição da exposição lê-se que “’Plasticus maritimus’ é uma espécie exótica e invasora que tem proliferado em todos os
oceanos e praias do mundo. Carateriza-se pela sua infinidade de formas, cores e dimensões e por representar uma grande
ameaça para a fauna marinha e, por consequência, para o homem”.

O objetivo é sensibilizar os visitantes para o problema e incentivá-los a promover boas-práticas nas praias.
Ana Pêgo estudou Biologia Marinha e Pescas e trabalhou vários anos em projetos de investigação na Universidade do Algarve
e no Laboratório Marítimo da Guia, em Cascais.

Desde 2012, dedica-se a projetos de educação ambiental. Em 2015, criou o projeto Plasticus Maritimus, no âmbito do qual realiza oficinas, formações e exposições por todo o país e no estrangeiro.

Em 2018, escreveu o livro ‘Plasticus maritimus, uma espécie invasora’ com Isabel Minhós Martins. A obra é recomendada pelo
Plano Nacional de Leitura e está editada em onze idiomas.

Últimas Notícias

280 mil euros indemnizam mortes de casal espanhol em praia de Peniche

As famílias de um casal espanhol que morreu na derrocada de uma arriba na Praia da Almagreira, em Peniche, a 4 de agosto de 2005, quando se encontrava de férias em Portugal em viagem de lua de mel antecipada, pois ia oficializar a vida em união de facto quando regressasse ao seu país, vão receber a título de indemnização 140 mil euros cada uma, depois dos juízes que compõem a secção de contencioso administrativo do Tribunal Central Administrativo Sul, sediado em Lisboa, não terem sido unânimes na decisão recentemente tomada, que acabou por repartir as culpas em 30% para os lesados e em 70% para os réus – o Estado português e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

CCC com nova imagem e programação

Já é conhecida a programação do Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha – CCC para os meses de maio a agosto deste ano. Numa ocasião em que esta estrutura aparece com uma nova imagem, o diretor, Mário Branquinho, deu a conhecer as linhas orientadoras de programação para os próximos meses, numa alusão a “pontes para o futuro”, ao encontro dos públicos.

Vocalistas Marco António e Cláudia Faria na Rádio Mais Oeste 

Marco António e Cláudia Faria, vocalistas dos The Lucky Duckies, que vão atuar no dia 6 de maio, às 21h30, no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, estiveram no dia 2 de maio nos estúdios da Rádio Mais Oeste (94.2 FM), onde falaram da digressão dos 35 anos.

The Lucky Duckies celebram 35 anos de carreira no CCC

Vocalistas Marco António e Cláudia Faria na Rádio Mais Oeste  Marco António e Cláudia Faria, vocalistas dos The Lucky Duckies, que vão atuar no dia 6 de maio, às 21h30, no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, estiveram no dia 2 de maio nos estúdios da Rádio Mais Oeste (94.2 FM), onde […]