emissão em direto

Cerca de 40 mil pessoas já visitaram o Festival de Chocolate

“O Festival Internacional de Chocolate é o festival mais antigo do país, a funcionar ininterruptamente há 21 anos em Óbidos”. Foi com estas palavras que o vice-presidente da Câmara Municipal de Óbidos, José Pereira, iniciou o seu discurso na abertura oficial do evento, no dia 10, e que se prolonga até 26 de março, aberto de sexta a domingo. Nos primeiros três dias de evento, passaram por Óbidos cerca de 40 mil pessoas, o que revela a importância desta iniciativa.

“O Festival Internacional de Chocolate é o festival mais antigo do país, a funcionar ininterruptamente há 21 anos em Óbidos”. Foi com estas palavras que o vice-presidente da Câmara Municipal de Óbidos, José Pereira, iniciou o seu discurso na abertura oficial do evento, no dia 10, e que se prolonga até 26 de março, aberto de sexta a domingo. Nos primeiros três dias de evento, passaram por Óbidos cerca de 40 mil pessoas, o que revela a importância desta iniciativa.

Uma das grandes novidades deste ano é a forte aposta na componente formativa, onde, para além de diversas escolas, conta com a presença da melhor escola mundial nesta área, a francesa “École Ducasse”. Também as escolas do Turismo de Portugal estão presentes por forma a “mostrar a excelência do trabalho produzido no País”, declara Francisco Siopa, o chef curador do Festival Internacional de Chocolate de Óbidos.

Por seu lado, o presidente do Conselho de Administração da Empresa Municipal Óbidos Criativa, Ricardo Duque, revelou que serão utilizadas “cerca de 25 toneladas de chocolate por mais de 50 chefs”, que apresentarão as mais diversas formas em que se pode aplicar e apresentar o chocolate. Ricardo Duque afirmou ainda que serão realizados cinco concursos para “alunos, profissionais e amantes do chocolate, que darão corpo a este festival, que mais do que ser palco e montra para todos aqueles que podem apresentar os seus produtos, pretende também valorizar um setor que está a passar enormes dificuldades”.

No dia da inauguração, a 10 de março, a comitiva visitou a Grand Place du Chocolate, que recebeu a banda Cruzeiro do Sul com o tema oficial do Festival Internacional de Chocolate de Óbidos, intitulado “Quero Chocolate”, e seguiu para o Salão de Chocolate, na Cerca do Castelo, onde os chefs e escolas formativas tiveram oportunidade de mostrar o que se pode fazer e provar neste Festival de Chocolate em Óbidos.

“Estamos, portanto, a trabalhar para os próximos dois fins-de-semana sejam dias de muita animação, boas experiências em família e que todos aproveitem para fazer uma visita demorada a Óbidos, já que, com esta disposição, para além de se comer chocolate, podemos conhecer de perto as ruas mais bonitas da nossa vila medieval”, declarou Ricardo Duque.

Nesta edição a banda desenhada ganha vida no chocolate e as personagens mais icónicas dos livros de quadradinhos transformam-se em esculturas, que são a principal atração, feitas “100% em chocolate e esculpidas manualmente ao longo de mais de 200 horas de trabalho”, explicou o chef Abner Ivan, responsável pela equipa que deu forma às figuras, em exposição na Óbidos Chocolate House.

É possível apreciar o jovem repórter Tintin e a sua fiel companheira Milu, mas também o Homem-Aranha pronto para lutar contra os vilões, os gauleses Astérix e Obélix, Tom & Jerry na sua eterna corrida do gato e do rato, o cowboy que dispara mais rápido do que a própria sombra, Lucky Luke, e ainda o divertido Pateta. Vinda do Brasil, de personalidade forte, sensibilidade apurada e relembrando o melhor da infância, chega também uma doce versão da Mónica.

À semelhança do que aconteceu no ano passado, o evento contará com espaços espalhados pela vila dedicados “às famílias que queiram personalizar o seu próprio donuts”, ou então provar chocolate quente, juntar vinhos e bombons. Também poderão apreciar mais de 70 horas de showcooking ao vivo, com diversos chefs na Casa da Música.

Na Cerca do Castelo, decorrerão os concursos que irão distinguir o melhor bolo de chocolate caseiro, o chocolate rising star e o melhor produto, ementa e cocktail de chocolate, mas também estarão instalados os parceiros e as instituições de ensino.

O evento estará aberto das 11h00 às 20h00, às sextas, sábados e domingos. Os bilhetes custam dez euros, a partir dos doze anos. As entradas para crianças dos quatro aos onze anos custam oito euros e são gratuitas para até aos três anos.

Entre outros ingressos há preços especiais para grupos com mais de 25 pessoas (nove euros por pessoa), grupos escolares (seis euros, nos dias 10,17 e 24, para estudantes dos 12 aos 25 anos (nove euros) e para seniores com mais de 65 anos (nove euros).

Últimas Notícias

Bombeiros não querem ser associados a elemento participante em “reality show”

Os Bombeiros Voluntários do Bombarral emitiram um comunicado, assinado pelo comandante, Pedro Lourenço, e pelo presidente da associação humanitária, Vítor Garcia, em que repudiam ser associados a atitudes por parte de um dos seus elementos, Tiago Rodrigues, que esteve a participar no programa “Era uma vez na Quinta”, transmitido na SIC.