emissão em direto

Cadáver deu à costa na Praia do Vale Furado

O corpo do banhista que foi arrastado por uma onda na Praia do Vale Furado, no concelho de Alcobaça, no passado domingo, deu à costa esta manhã no areal da praia onde se tinha verificado o seu desaparecimento.

O corpo do banhista que foi arrastado por uma onda na Praia do Vale Furado, no concelho de Alcobaça, no passado domingo, deu à costa esta manhã no areal da praia onde se tinha verificado o seu desaparecimento.

O cadáver foi avistado cerca das nove horas, tendo o alerta sido recebido pelos Bombeiros Voluntários de Pataias, que comunicaram a situação ao Comando-local da Polícia Marítima da Nazaré. A estas duas entidades juntaram-se meios do Projeto “SeaWatch”, do Instituto de Socorros a Náufragos, e do INEM.

Depois da confirmação do óbito pelo delegado de saúde de Alcobaça, o corpo foi retirado do areal e transportado para o Instituto de Medicina Legal de Leiria, após indicações do Ministério Público, para ser autopsiado.

O Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima prestou apoio aos familiares da vítima, um jovem de 24 anos, refugiado ucraniano.

Na altura do seu desaparecimento tinham sido feitas buscas aéreas, marítimas e terrestres, que terminaram um dia depois sem que tivesse sido encontrado, e, tal como se esperava, mesmo sendo uma dura realidade, o mar encarregou-se de devolver o corpo.

O jovem desaparecido tinha escolhido Portugal para se refugiar com a família, saindo da Ucrânia pouco antes da guerra ter início. Vivia em Coimbra e já estava integrado no mercado de trabalho.

A vítima encontrava-se a banhos numa praia que só tem vigilância em julho e agosto. Estava na companhia da irmã e do cunhado, que deram o alerta quando se aperceberam do jovem em dificuldades no mar. Apesar dos esforços de alguns banhistas para tentar salvá-lo, tal não foi possível.

Últimas Notícias

Novo presidente do Politécnico quer afirmação como Universidade

“Após 40 anos de existência do Instituto Politécnico de Leiria, defendo que reunimos hoje as condições para nos afirmarmos como Universidade, que para além do ensino politécnico, ministre também o ensino universitário, podendo outorgar todos os graus académicos previstos na lei”, afirmou Carlos Rabadão, após ser empossado presidente do Politécnico de Leiria no dia 22 de setembro.

Festival de Insufláveis assinala regresso às aulas

De forma a assinalar o início de um novo ano letivo, o Município de Óbidos, com a colaboração da FADL – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Leiria e da Associação Óbidos Dance, pretende proporcionar às crianças um dia diferente, cheio de atividade física e diversão.

Festival Eutopia no golfe do Bom Sucesso Resort

O Bom Sucesso Resort, junto à Lagoa de Óbidos, vai receber a primeira edição do festival Eutopia, um evento que pretende unir a arte, a arquitetura e o golfe. A iniciativa dedicada à cultura contemporânea vai decorrer nos dias 1 e 2 de outubro e destaca-se, entre outros aspetos, pelo local definido para a sua […]

Autarcas pedem levantamento de interdição da “toneira” na Lagoa

Reuniram no passado dia 22, com caráter de urgência, nos Paços do Concelho, em Óbidos, os presidentes da Câmara Municipal de Óbidos, Filipe Daniel, e das Caldas da Rainha, Vítor Marques, e da Junta de Freguesia do Vau, Frederico Lopes, com a secretária de Estado das Pescas, Agricultura e Alimentação, Teresa Coelho, com o intuito de manifestar a preocupação referente à Portaria número 238/2022, de 15 de setembro, que aprova as normas reguladoras do exercício da pesca comercial nas águas interiores não marítimas na Lagoa de Óbidos.